INSS: 14º salário terá pagamentos após o 13º?

O benefício foi apresentado na Câmara do Deputados, onde permanece até os dias de hoje, aguardando movimentações.

Os aposentados, pensionistas e demais beneficiários do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) aguardam pela liberação do 14º salário desde 2020. O benefício foi apresentado na Câmara do Deputados, onde permanece até os dias de hoje, aguardando movimentações.

O que falta para o 14º salário ser liberado?

O Projeto de Lei (PL) que trata da liberação do 14º salário é o de nº 4367/20, de autoria do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS). A proposta ainda deve percorrer um longo caminho para ser liberada, já que precisa passar por várias instâncias da Câmara, para depois ser enviada ao Senado Federal.

Em síntese, para sair do papel, o texto precisa ser aprovado em dois turnos, tanto na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. Após isso, a proposta precisa ser sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro.

No entanto, o chefe do Executivo não vê com bons olhos o pagamento do 14º salário para os aposentados e pensionistas do INSS, sob a justificativa de que a medida iria afetar o orçamento.

Sendo assim, o 14º salário do INSS não deve ser pago aos aposentados e pensionistas do Instituto em 2022. Isso porque, embora o projeto tenha sido criado em 2020, o texto ainda se encontra em trâmite na Câmara dos Deputados, sem chances de ser aprovado este ano.

Além das concessões, a proposta enfrenta o impasse do ano eleitoral. Segundo a lei, a criação de novos programas, medidas ou benefícios é impedida neste período. Sendo assim, os segurados não devem esperar pela liberação do 14º salário.

Pagamento do 13º salário

Enquanto há discussões acerca da liberação do 14º salário, o INSS libera a primeira parcela do 13º salário.

O 13° salário dos aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) foi mais uma vez antecipado para os beneficiários do INSS. A programação inicial era de que os benefícios fossem antecipados a partir de agosto. No entanto, com o adiantamento, o benefício será pago ente os meses de abril e junho.

INSS estima que mais de 30 milhões de segurados recebam a antecipação do 13º salário neste ano de 2022. A primeira parcela está confirmada para começar a partir do dia 25 de abril.

A primeira parcela corresponde a 50% do valor total do benefício recebido pelos segurados. Na segunda parcela, será pago 50% restante, mas pode ser passível dos descontos do Imposto de Renda, nos casos em que o segurado é declarante.

Para quem recebe um salário mínimo:

Dígito final NIS1ª parcela
125 de abril
226 de abril
327 de abril
428 de abril
529 de abril
602 de maio
703 de maio
804 de maio
905 de maio
006 de maio

 

Para quem recebe mais que o salário mínimo

Dígito final NIS1ª parcela
1 e 602 de maio
2 e 703 de maio
3 e 804 de maio
4 e 905 de maio
5 e 006 de maio
4.5/5 - (6 votes)
8 Comentários
  1. Ubirata Diz

    O povo sempre, fazendo papel de palhaço, políticos nenhum prestam,. Povão no dia da eleição , ninguém vota, queria ver a cara desses FDP. Mas o povo não é unido e vão lá, vota,… Tudo o olho da cara,. Ninguém consegue, comprar mais nada, e a situação cada dia pior, onde vamos parar ?

  2. Maria Albertina P Vieira Diz

    Poriso mesmo vamos mostra nossa endiquinacao nas urnas

  3. José Anastácio Folist Jucoski Diz

    É lamentável isso, o custo de vida triplicou o valor de 2 anos pra ka e os Aposentados não ganharam nenhum benefício do governo. Enquanto isso o governo está liberando benefícios até pra quem está trabalhando normalmente e recebendo os auxílios aumentando seus rendimentos.

  4. José dos Anjos Bittencourt Filho Diz

    Como diz a anedota. O Brasil tem tudo de bom e melhor em relação ao resto do mundo. Agora vejamos o povo que Deus colocou nele, só bagaço. Corruptos, ladrões e os espectadores abestalhados.

  5. José dos Anjos Bittencourt Filho Diz

    14o. Para aposentados, é realmente coisa de políticos brasileiros. Só palhaçada, e o povo abestalhado só assistindo e acreditando. Ah povo ingênuo.

  6. Edimar Moreira Diz

    O décimo-quarto poderia ser aprovado para o final desse ano. Tempo pra isso tem de sobra…
    O décimo terceiro salário tá sendo liberado agora pra MAIO e JUNHO. teria tempo suficiente pra aprovar o décimo-quarto salário do INSS
    Para o fim do ano… Mas como esses políticos tão preocupado com as eleição. 🤬

  7. Sonia ty Diz

    Uma vergonha deixar os aposentados na espera e expectativa de um 14,,° que não virá políticos que mais fazem e mentir pra população, como sabemos é tudo lorota pra eleições.

  8. Maria Josélia Izaias Diz

    Quando a gente quer fazer faz! Né? Qndo ñ quer tudo e qualquer coisa é motivo para não fazer! Tiveram tato tempo para aprovar o décimo quarto, e agora o motivo é o ano eleitoral! Teria sido melhor, não nos enganarem o tempo todo!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.