Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Imposto de Renda: uma forma de pagar menos

Um dos grandes compromissos do brasileiro é estar em dia com a Receita Federal, afinal, deixar de declarar Imposto de Renda ou qualquer compromisso com o órgão administrativo pode trazer grandes dores de cabeça. As punições com quem não presta as contas com leão podem vir inclusive através de multa ou dependendo do caso, problemas ainda maiores.

Importante lembrar que a multa por atraso na entrega da declaração anual é de, pelo menos, R$ 165,74 e que a Receita Federal prorrogou o prazo de entrega da declaração até o dia 31 de maio. Algo importante é que o contribuinte esteja atento a todas regras que envolvem o Imposto de Renda no Brasil, de forma que seja possível economizar na hora de pagar esse compromisso, mas ao mesmo tempo estando nos conformes da lei.

Algumas pessoas acabam pagando mais que outras, mas algumas dicas interessantes podem auxiliar para que você pague um Imposto de Renda menor, embora cada uma das dicas a seguir possa servir para alguns e para outros não. De qualquer modo, fique atento a essas questões e veja o que pode se encaixar no seu perfil, analisando então caso a caso.

Despesas dedutíveis no Imposto de Renda

De acordo com as despesas que foram realizadas pelo contribuinte ao longo do ano de 2020, pode-se diminuir a base de cálculo do pagamento do Imposto de Renda 2021, afinal a declaração deste ano se refere aos rendimentos do ano passado.

Essa possível redução do Imposto de Renda ou até mesmo fazer com que se possa restituir parte desse valor é o que se conhece por despesas dedutíveis. E o valor que se pode abater no pagamento do IR é a dedução.

Quem define o que é uma despesa dedutível é a própria Receita Federal, de maneira que quanto maior ela julgar necessária um gasto realizado pelo contribuinte, menos imposto será pago sobre ele ou até mesmo aumentar a restituição do valor.

Esses impostos que podem ser abatidos são autorizados pela Legislação desde que se guardem os comprovantes fiscais de cada despesa que foi auferida, para que se possa comprovar de fato esse gasto.

Um dos gastos dedutíveis é justamente o que envolve os dependentes na declaração. Apesar disso, nem sempre isso é usado para diminuir o seu Imposto de Renda, às vezes acaba até aumentando.

Dependentes no Imposto de Renda

Após ficar atento às regras, faça sempre as contas e até mesmo uma simulação no próprio programa da Receita Federal para que você possa ver as possibilidades de poder pagar menos imposto com dependentes dentro da lei. Os dependentes podem ser:

  • Filhos e enteados com idade até 21 anos;
  • Filhos e enteados até 24 anos que estejam no ensino superior ou escola técnica;
  • Filhos e enteados em qualquer idade incapacitado física ou mentalmente para trabalhar;
  • Irmão, neto, bisneto, que se tenha a guarda judicial até 21 anos;
  • Irmão, neto, bisneto até 24 anos e cursando o ensino superior que se tenha a guarda judicial;
  • Mãe, pai, avós, com rendimentos de até R$ 22.847,76 em 2021;
  • Cônjuge que não apresenta renda.

Valter Police, planejador fiduciário da Fiduc explica: “A sugestão que eu dou é pegar todos os documentos necessários e testar no programa da Receita Federal. Se você é meu dependente, eu pego todos os documentos seus, sua renda e vejo quanto pago de imposto se te incluir na declaração e fazendo a declaração sem você”.

O limite da dedução por dependente por cada declaração do Imposto de Renda é de até R$ 2.275,08. Mas neste momento é importante ter atenção com a renda dos dependentes, caso tenha, já que é preciso informar e comprovar essa renda na declaração anual do imposto. Através da declaração de dependentes é possível pagar menos Imposto de Renda em muitos casos, vale a pena analisar se porventura seja o seu.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.