Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

História do Brasil: o ciclo do pau-brasil

Confira tudo sobre o primeiro ciclo econômico do Brasil!

O ciclo do pau-brasil: um resumo 

Denominamos de “ciclo do pau-brasil” o primeiro ciclo econômico de toda a história do país. O ciclo ocorreu durante o período pré-colonial. 

O assunto aparece com muita frequência nas principais provas do país. Assim, é fundamental que você domine as principais características desse assunto.

O ciclo do pau-brasil: introdução

O ciclo do pau-brasil ocorreu durante o período denominado de “pré-colonial”, ou seja, quando o país ainda não havia sido oficialmente colonizado por Portugal. 

Esse ciclo econômico é assim denominado pois, entre os anos de 1500 e 1530, o pau-brasil foi a principal matéria-prima explorada e exportada no país.

O que é o pau-brasil?

O pau-brasil é uma árvore característica da floresta da mata atlântica (litoral) e que chamou a atenção dos portugueses que aqui chegaram por dois motivos. 

O primeiro deles é que a madeira do pau-brasil podia ser utilizada na construção dos mais diversos móveis e objetos. O segundo motivo, por sua vez, se relaciona ao corante que poderia ser retirado dessa árvore. 

Essa espécie de tinta seria utilizada para tingir tecidos. Historiadores apontam que, durante a Idade Média, o tingimento de tecidos já possuía um valor econômico muito alto na Europa. Assim, os portugueses enxergaram um grande potencial nessa nova árvore descoberta. 

O ciclo do pau-brasil: contexto histórico

O ciclo do pau-brasil aconteceu na primeira metade do século XVI, durante o contexto das Grandes Navegações e da chegada dos lusitanos no “Novo Mundo”. 

Os portugueses chegaram em abril do ano de 1500. Porém, a exploração do pau-brasil se iniciaria somente no ano seguinte, quando Fernão de Noronha, português, receberia a autorização da coroa portuguesa para explorar a árvore. Porém, a primeira grande exportação de pau-brasil para a Europa ocorreria somente no ano de 1511.

No ano de 1513, a coroa portuguesa criaria um imposto sobre a exploração do pau-brasil, devido ao grande interesse de exploração existente entre os colonos. Assim, a monarquia lusitana receberia 20% dos lucros de tudo o que fosse exportado para o continente europeu.

O ciclo do pau-brasil: declínio e fim

O ciclo do pau-brasil conhecia o seu fim por volta do ano de 1530. Isso porque, devido à intensa exploração e extração dessa árvore, a quantidade de pau-brasil disponível havia diminuído significativamente. 

Ainda, com a oficialização da colonização portuguesa no Brasil, os lusitanos passaram a procurar outras atividades econômicas no local. É nesse contexto que, com o declínio do ciclo do pau-brasil, inicia-se o ciclo da cana-de-açúcar.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.