Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Site do governo gera BOLETO para devolução do auxílio emergencial de R$600

Nesta semana,  um site para a devolução foi disponibilizado pelo Ministério da Cidadania para devolução do auxílio emergencial de R$600

Quem recebeu o pagamento de R$ 600 ou R$ 1.200, mas não se enquadra nos critérios para ter direito ao auxílio emergencial do governo federal, pode se cadastrar pela internet para devolver o dinheiro.

Nesta semana,  um site para a devolução foi disponibilizado pelo Ministério da Cidadania. Após o beneficiário informar o número de CPF, o sistema emite uma guia de recolhimento com código de barras que pode ser paga em aplicativos bancários ou terminais de autoatendimento.

Pagamentos indevidos

De acordo com o Ministério da Defesa, mais de 73 mil militares ativos, inativos e pensionistas receberam indevidamente o auxílio emergencial. O Tribunal de Contas da União determinou que eles devolvam o dinheiro.

Em regra, pessoas de carteira assinada, agentes públicos ou aposentados não podem receber o auxílio emergencial, criado para atender pessoas de baixa renda durante a pandemia do coronavírus. Vale salientar que, há critérios de renda familiar que também podem excluir a pessoa do programa de renda básica emergencial.

Além dos militares, há relatos de que mesmo sem se enquadrarem nos critérios legais, trabalhadores estão recebendo o dinheiro do governo federal. Isso pode ter acontecido por causa da desatualização de cadastros públicos usados para verificar as condições de elegibilidade.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Portanto, para facilitar a fiscalização, o TCU determinou que o governo divulgue no Portal de Transparência o nome de todos que receberam o auxílio, agrupados por município.

Calendário da 2ª parcela (uso digital) – Poupança Social

  • 20 de maio (quarta-feira) – nascidos em janeiro e fevereiro
  • 21 de maio (quinta-feira) – nascidos em março e abril
  • 22 de maio (sexta-feira) – nascidos em maio e junho
  • 23 de maio (sábado) – nascidos em julho e agosto
  • 25 de maio (segunda-feira) – nascidos em setembro e outubro
  • 26 de maio (terça-feira) – nascidos em novembro e dezembro

Calendário da 2ª parcela (saque) – Bolsa Família

  • 18 de maio (segunda-feira) – NIS 1
  • 19 de maio (terça-feira) – NIS 2
  • 20 de maio (quarta-feira) – NIS 3
  • 21 de maio (quinta-feira) – NIS 4
  • 22 de maio (sexta-feira) – NIS 5
  • 25 de maio (segunda-feira) – NIS 6
  • 26 de maio (terça-feira) – NIS 7
  • 27 de maio (quarta-feira) – NIS 8
  • 28 de maio (quinta-feira) – NIS 9
  • 29 de maio (sexta-feira) – NIS 0

Calendário da 2ª parcela (saque) – Poupança Social e demais públicos

  • 30 de maio (sábado) – nascidos em janeiro
  • 01 de junho (segunda-feira) – nascidos em fevereiro
  • 02 de junho (terça-feira) – nascidos em março
  • 03 de junho (quarta-feira) – nascidos em abril
  • 04 de junho (quinta-feira) – nascidos em maio
  • 05 de junho (sexta-feira) – nascidos em junho
  • 06 de junho (sábado) – nascidos em julho
  • 08 de junho (segunda-feira) – nascidos em agosto
  • 09 de junho (terça-feira) – nascidos em setembro
  • 10 de junho (quarta-feira) – nascidos em outubro
  • 12 de junho (quinta-feira) – nascidos em novembro
  • 13 de junho (sexta-feira) – nascidos em dezembro

Quem pode receber o auxílio emergencial

De acordo com o texto, durante o período de três meses, considerando de abril a junho, será concedido auxílio emergencial de R$ 600 ao trabalhador que cumpra, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:

  • seja maior de 18 anos;
  • não tenha emprego formal;
  • não seja titular de benefício previdenciário ou assistencial, beneficiário do seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal, ressalvado o bolsa-família;
  • a renda mensal per capita seja de até meio salário mínimos ou a renda familiar mensal total seja de até três salários mínimos;
  • que não tenha recebido em 2018 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.

O auxílio vai ser cortado caso aconteça o descumprimento dos requisitos acima. O texto também deixa claro que o trabalhador deve exercer atividade na condição de:

  • microempreendedor individual (MEI); ou
  • contribuinte individual do Regime Geral de Previdência Social que trabalhe por conta própria; ou
  • trabalhador informal, seja empregado ou autônomo, inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), até 20 de março de 2020, ou que se encaixe nos critérios de renda familiar mensal mencionados acima.

Desde já, a proposta estabelece que apenas duas pessoas da mesma família poderão receber cumulativamente o auxílio emergencial e o benefício do Bolsa Família, podendo ser substituído temporariamente o benefício do Bolsa Família pelo auxílio emergencial, caso o valor da ajuda seja mais vantajosa para o beneficiário. A trabalhadora informa, chefe de família, vai receber R$ 1.200.

Como pedir o auxílio

Leia também o Notícias Concursos no Google Notícias

Os trabalhadores poderão solicitar o auxílio emergencial de R$600 das seguintes formas:

  1. O cidadão, enfim, no primeiro momento, deve acessar a página inicial oficial do site da Caixa (https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio);
  2. Dessa forma, na página seguinte, são mostrados os requisitos necessários para ter direito ao auxílio emergencial de R$600 a R$1.200;
  3. Após isso, o trabalhador informal deve preencher dados como nome completo, CPF e data de nascimento;
  4. Logo após, será necessário o preenchimento do número do celular para recebimento de um código de verificação por SMS;
  5. Assim chegar por SMS, o código de verificação deve ser colocado no campo “código recebido”;
  6. Após isso, o cidadão deverá informar a renda, o ramo de atividade (as opções oferecidas pelo sistema são Agricultura e Pecuária, Extrativismo/Pesca, Comércio, Produção de Mercadorias, Prestação de serviços, Trabalho Doméstico, Outros), estado e cidade;
  7. Em seguida, o trabalhador escolhe se quer receber em conta já existente ou criar uma poupança digital;
  8. O trabalhador poderá escolher se deseja receber o valor do auxílio em uma conta já existente ou criar uma poupança digital;
  9. Após informar a opção, trabalhador deve fornecer seu documento (RG ou CNH);
  10. Em seguida vêm os dados fornecidos pelo trabalhador;
  11. Em conclusão, na tela final, aparece o aviso de que o pedido do auxílio emergencial está em análise.

Leia Também:

brasil 123  
35 Comentários
  1. Antonio Luís Ribeiro De Carvalho Diz

    Meu auxílio foi negado pelo motivo de eu ter colocado minha entiada ta no boça família da vo dela meu Deus ñ consigo refaze de maneira augum tem alguém que possa mim ajuda??

  2. Naiara Diz

    O meu está em análise até hoje.

  3. Nara Diz

    Não vejo site para denuncias, sou separada a 9 anos e quando fui pedir o auxílio pois sou ( mei) descobri que meu ex marido quem iria receber pois no caso tenho bolsa familia ( que também não sabia), tentei atualizar meu cadastro no cadastro unico que também não sabia que tinha e o que eu ouvi foi que não podiam fazer nada pois quem iria receber seria ele e assim está acontecendo.

    1. Maryzangela Diz

      Acho que vc deve pegar seu cartão do bolsa família.
      Pois o cartão não pertence a ele e muito menos vc sabia que já recebia e olha lá desde de quando que ele recebe o programa.

      1. Joselma Diz

        To em análise desde o dia 7 de abril deu problema pediram pra fazer outro cadastro dia 23 de abril voltou para a análise e agora em maio pediram para fazer novamente o recadastro e voltou para a análise. Sou ipertenssa, tenho arritmia, problema nas pernas e sem poder trabalhar e não recebo nenhum benefício, dependo da ajuda dos filhos, me cadastrei e to em análise até hoje. Não tenho mais esperança e esse auxílio me ajudava até nos medicamentos, que tenho que comprar

  4. Vanessa Aparecida Diz

    É verdade tem que ter uma forma de corrigir isso pois na hora ali pedia CPF de um membro e quem colocou nos consegue corrigir e fica sem receber.Pelo amor de Deus arrumem uma forma de tirar esse membro da família tem muitas pessoas precisando receber.E quando vai cadastrar o CPF já diz que tá cadastrado

  5. Jailda Diz

    Nossa,foram rápido né? Agora botar o botão pra contestar quem foi negado por membro da família ja recebeu, isso ñ colocam, quero meus direitos, quem da minha família já? Ninguém

    1. Vanessa Aparecida Diz

      É verdade tem que ter uma forma de corrigir isso pois na hora ali pedia CPF de um membro e quem colocou nos consegue corrigir e fica sem receber.Pelo amor de Deus arrumem uma forma de tirar esse membro da família tem muitas pessoas precisando receber.E quando vai cadastrar o CPF já diz que tá cadastrado

  6. Cristina Diz

    O boleto é pra quem recebeu a primeira parcela indevidamente,devolver o dinheiro aó governo,mas quem está enquadrado nas regras irá receber normal

  7. Andreia Diz

    Sou mãe solteira e chega de família pois so eu trago a renda pra casa sei entrada e recebi a primeira parcela mas muita gente na minha cidade não precisava pois e casado e tem um bom salário e mesmo asso recebeu fico indignada pq em vez de usar para coisas emportantes e reais estavao bebendo no bar e falando pra todos que o presidente tem mas que obrigação de dar dinheiro mesmo acho um absurdo pq tem gente que precisa pra por comida na mesa que não tem como se sustentar sem o emprego fico triste

  8. Diego Diz

    Duvido que devolvam
    Kkkkk

    1. Nelly Diz

      Essa é a única certeza que temos. Concordo amigo. rsrsrsr

      1. FABIANE CARREIRO DE OLIVEIRA Diz

        Boa tarde !! Fui aprovada no dia 15 /05 pra receber auxílio .faço aniversário em fevereiro e não recebi meu auxílio!

        1. Dayane Alves Diz

          Vc já entrou no caixa tem? Olha lá pq está sendo depositado na conta poupança social. Mesmo que tenha informado uma conta já existente

  9. Rafael Diz

    Sou MEI e indeferiram meu pedido alegando que eu ou alguém da família já recebeu. Não recebi e ninguém da minha família também. Não tem como refazer o cadastro ou contestar. Os fantasmas que estão recebendo esse auxílio não só o meu mas de milhões de brasileiros. E viva a ditadura travestida de democracia.

  10. Hugoboss Diz

    Tenho um primo 18 anos nas costas nunca trabalhou nem vai trabalhar resumindo vagabundo e conseguiu sacar o 600 reais achei um absurdo e só quero ver quem vai devolver isso é lamentavel

  11. Maria Diz

    Tenho um filho de 2 ano meu marido ficou desapegado só eu tirei 600

  12. Adair Diz

    Acho que muita gente recebeu sem merecer. Recebi vídeo de cachaceiro fazendo festa e levantando num toma aqui Bolsonaro, um desrespeito total com o Presidente e mau uso do dinheiro público, tirando de quem realmente precisa. Mas duvido que esses se manifestem para devolver.

    1. Cristina Diz

      Quem eh que vai dizer que recebeu sem realmente precisar???
      Os boyzinhos e as paty da classe média!?
      Se nem os militares que receberam indevidamente devolveram…imagine quem vive de mesada dada por mamãe e papai.
      Esse povo que recebeu sem precisar estão todos rindo dos menos favorecidos,enquanto os pobres que realmente precisam se matando em uma fila, pra ver se consegue receber pra comprar alimento,eles estão se drogando e enchendo o cú de cachaça…

    2. MARCIO DIAS BORSOI FILHO Diz

      Com certeza muita gente recebeu este auxílio sem realmente merecer ou ainda informações falsas para se benefíciar, ainda discordo de que benefíciarios do bolsa não tinham de ter tal direito. E aí da acho que assistencialismo demais gera um país de “desocupados”.

  13. Joyce Diz

    As datas para receber o dinheiro em espécie do mês de aniversáriantes novembro e dezembro estão erradas, dia 12 de junho vai dá numa sexta feira, e não na quinta feira como mostra.

  14. Marcelo Diz

    Isso é pra rir é , pois achei muito engraçado é uma piada né????

    1. Maria Da Paixão M de carvalho Diz

      Esse é o nosso governo infelizmente só pensam neles bandos d ladrões

  15. Ana Diz

    Quero ver quem vai devolver. Do jeito que o brasileiro é escroto, duvido! Se muito, 1% dos que receberam e que são honestos devolvem

    1. Felipe Santos Diz

      Pode ter certeza q uma coisa q o governo sabe fazer muito bem é arrancar dinheiro da pessoa. Já começa bloqueando seu CPF sem vc saber e, quando vc precisar urgente, terá a triste notícia q vc deve até às calças para o governo, com juros 1% ao mês ao longo deste tempo q o dinheiro estava indevidamente com vc, e outras multas.

  16. Everton Diz

    Eu não recebi , até agora não sei o motivo , conheço pessoas que trabalham registradas que foi aprovado , pessoas que nunca trabalharam na vida , mulheres casadas com o marido registrado recebendo 1.200,00 , duvido que vão devolver , até pq não tem punição!!!

  17. Fabiano Diz

    A isso aí rapidinho eles conseguem resolver pra combra de volta

    1. Hugoboss Diz

      Sempre arrumam um jeitinho kkkk

    2. Neide Diz

      Só sei dizer que…muitos receberam indevidamente, enquanto,quem realmente precisa não tem conseguido.quanto ao saque do dinheiro em espécie,pode ser que se trate de estratégia pra evitar aglomerações ou até mesmo pra evitar mais uso,por que o que temos vistos é um bando de indivíduos que recebem, fazendo farra e churrasco.e digo mais…tem mães solteiras nesse meio tbm,fazendo mau uso do dinheiro,que seria pra pagar contas e cuidar da alimentação do filhos.governo e população,todos sem noção,mas essa conta vai ser cobrada,aguardem!

  18. Everson Diz

    Eles fizeram site pra quem recebeu faltado tbm? Pq estou veno mãe solteira recebee 600 reais

  19. Vanderlei izidoro Diz

    Oq fala para nossos filhos que estão querendo come não paga conta

  20. Vanderlei izidoro Diz

    O governo acaba de mata milhões de brasileiro com essa coisa de não poder saca o dinheiro e quem ta precisando pra compra comida faz como come os boleto e contas pq só pode paga conta …as pessoas esperaram 39 dia para recebe a 2 parcela agora tem que espera más 10 dia para pode saca pra come ….pq o governo só pensou em paga conta ……ate quem tem conta poupança na caixa não pode saca ..sendo que na 1 parcela já caia na conta vi várias pessoa sem saber oq fazer pq estavam pensando q ia pegá o dinheiro pra contra alimento pra casa isso ta certo oq o governo faz com quem coloca eles lá pra ganha milhões….

    1. Maria Da Paixão M de carvalho Diz

      Esse é o nosso governo infelizmente só pensam neles bandos d ladrões

    2. Cristina Diz

      O boleto é pra quem recebeu a primeira parcela indevidamente,devolver o dinheiro aó governo,mas quem está enquadrado nas regras irá receber normal

    3. Shevichenco Diz

      Acredito que muitos não vão devolver até porque a maioria já gastou o dinheiro que não os pertenciam. Isso mostra a hipocrisia de muitos que falam que corrupção é só em Brasília.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?