Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (2 votes)

É possível receber o Auxílio Brasil de R$400 e o BPC ao mesmo tempo?

Segundo o Governo Federal, há casos em que o cidadão pode receber o Auxílio Brasil e o BPC nacional ao mesmo tempo

É possível receber ao mesmo tempo os valores do Auxílio Brasil e do Benefício de Prestação Continuada (BPC). Quem diz isso é o próprio Governo Federal. Entretanto, é preciso frisar que o acúmulo dos dois programas só é possível em situações específicas. Nem todo mundo tem direito.

Para fazer parte do Auxílio Brasil, o cidadão necessita ter uma conta no Cadúnico, e também estar dentro dos limites de renda exigidos. Neste caso, é preciso estar em situação de extrema-pobreza (entre R$ 0 e R$ 105 per capita) ou de pobreza (R$ 106 e R$ 210 per capita), desde que more também com uma gestante ou ao menos um menor de 21 anos de idade.

As regras acima não mudam e seguem valendo normalmente. Para um usuário do Auxílio Brasil receber o BPC, ele precisa que a sua renda per capita se mantenha dentro desses níveis mesmo com o recebimento do benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Situações assim são raras, mas não impossíveis.

De acordo com o Governo Federal, o BPC paga todos os meses o valor de um salário mínimo. Assim, o cidadão que recebe o benefício pega R$ 1212 por mês. Tudo dependerá, portanto, de quantas pessoas moram com ele para saber se a renda per capita será suficiente para mantê-lo no grupo dos usuários que têm direito ao programa.

Imagine, por exemplo, que um cidadão que recebe o BPC mora com outras cinco pessoas . Neste caso, ele passará a ter uma renda per capita de R$ 202, considerando que essa é a única renda da casa. Dessa forma, ele poderá receber o Auxílio Brasil caso um desses seis integrantes seja uma mulher grávida ou um menor de 21 anos de idade.

Auxílio Brasil e o vale-gás

Ainda de acordo com o Governo Federal, o Auxílio Brasil também pode ser acumulado com o vale-gás nacional. Não existe neste momento nenhuma lei que proíba o acúmulo dos dois programas para um mesmo usuário.

O mesmo vale para os projetos de cunho estadual. Do ponto de vista do Governo Federal, o cidadão é livre para receber o vale-gás nacional junto com programas de pagamentos de botijão das unidades da federação.

Entretanto, vale sempre lembrar que é preciso respeitar as regras de todos os programas. Para acumular o Auxílio Brasil e o vale-gás, por exemplo, é preciso primeiramente estar dentro do público alvo dos dois benefícios e ainda esperar por uma resposta do Ministério da Cidadania.

BPC e vale-gás

Ainda segundo as informações oficiais, também é possível acumular os recebimentos do BPC com o vale-gás. Na verdade, o texto que cria o projeto abre espaço para os beneficiários do programa do INSS.

Dentro do texto do vale-gás nacional, a regra exposta é que o benefício é voltado para os usuários do BPC e do Cadúnico. No entanto, a renda per capita precisa ser de, no máximo, meio salário mínimo, ou seja, R$ 606.

Neste momento,  a maioria dos usuários do BPC ainda não conseguiram entrar de fato no vale-gás nacional. O Governo Federal explica que a demora acontece por uma questão de respeito com o orçamento neste momento.

5/5 - (2 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

2 Comentários
  1. 16994645195 Diz

    Mas eu quero recebe tem bem mais como eu faço

  2. Renato Ferreira maciel Diz

    Eu preciso mt desse benefício pra mi ajuda

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.