Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.8/5 - (5 votes)

Quem não recebe Auxílio Brasil, precisa atualizar o Cadúnico?

De acordo com o Governo Federal, Cadúnico é porta de entrada para vários programas sociais do poder executivo

Pouco mais de 62 milhões de brasileiros estão no Cadúnico e não recebem o Auxílio Brasil. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Cidadania ainda na última semana. São cidadãos que estão na lista, mas que não entraram automaticamente para a folha de pagamentos do programa social do Governo Federal.

Embora não façam parte do projeto, o fato é que esses cidadãos também precisam atualizar o Cadúnico. O processo de atualização da lista não é algo que se refere apenas aos brasileiros que estão no Auxílio Brasil. Dessa forma, mesmo os 62 milhões de indivíduos que estão de fora, precisam atualizar as informações.

As regras são as mesmas. A atualização do Cadúnico deve sempre acontecer ao menos uma vez a cada dois anos. Mas a dica geral mesmo é realizar o procedimento sempre que existir uma mudança estrutural na família. Se alguém nascer ou morrer, por exemplo, o dado precisa constar oficialmente na lista do Governo Federal.

O mesmo vale para quando algum integrante da família ganha ou perde um emprego. Mudanças de endereço, de renda per capita e até alteração na escola dos filhos também devem constar em uma possível atualização. Quem não atualiza o cadastro, corre mais risco de ficar de fora de projetos sociais neste momento.

Vale lembrar que o Cadúnico é uma lista que não é usada apenas para selecionar as pessoas para o Auxílio Brasil. Governos do país usam as informações que estão dispostas por lá, para selecionar cidadãos para outros projetos sociais como a Tarifa Social de Energia Elétrica e o vale-gás nacional neste momento.

Como me inscrever no Cadúnico

Em geral, o cidadão que precisa se inscrever no Cadúnico, precisa procurar a Prefeitura da sua cidade. Segundo o Governo Federal, o processo de entrada dos cidadãos na lista é de responsabilidade dos municípios do país.

Assim, cada prefeitura terá um método diferente de inscrição. Na maioria dos casos, por exemplo, a inscrição no Cadúnico acontece através do sistema dos chamados Centros de Referência em Assistência Social (CRAS).

De toda forma, o cidadão precisa entrar em contato com a prefeitura para saber como o processo funciona por lá. De todo modo, segue valendo a regra de que é impossível entrar no Cadúnico de maneira remota. É preciso fazer isso presencialmente.

Mudanças no processo de inscrição em auxílios

Há pouco menos de duas semanas, o Governo Federal anunciou mudanças no app oficial do Cadúnico. A atualização da aplicação já está disponível para download e apresenta uma série de novas funcionalidades.

Uma delas, por exemplo, é a possibilidade de inscrição no Cadúnico. Entretanto, o Planalto deixou claro que o procedimento serve apenas como um primeiro passo para a entrada na lista do Governo Federal.

A conclusão da inscrição segue tendo que acontecer de maneira presencial em um local indicado pela prefeitura da sua cidade. Apenas uma pessoa da família precisa ir ao endereço. Ela, no entanto, precisa levar consigo ao menos um documento de cada integrante da casa.

3.8/5 - (5 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

1 comentário
  1. Jucilene Gomes Diz

    Eu preciso muito

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.