Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

É normal não gostar do trabalho?

Muita gente pergunta se é normal não gostar do trabalho e não ter aquele desejo de trabalhar intensamente. Outros, curiosamente, não compreendem como alguém pode não gostar do trabalho…

Porém, devemos partir de um ponto: não existe verdade absoluta quando pensamos em gostar ou desgostar do trabalho. Tudo dependerá das circunstâncias nas quais o indivíduo está inserido. Além disso, a rotina de trabalho, os sonhos e as perspectivas também têm papel preponderante no fato de gostar ou desgostar do ambiente corporativo.

Isso quer dizer que para algumas pessoas é normal não gostar do trabalho, e para outras não…

Se você se interessa por esse tema e quer refletir mais sobre ele, continue lendo os apontamentos que trouxemos no conteúdo de hoje.

É normal não gostar do trabalho?

Dependendo da circunstância, é normal não gostar do trabalho. Afinal, não começamos atuando no nosso emprego dos sonhos, concorda? Então não faria sentido amar o que fazemos se, na realidade, está bem longe de ser aquilo que desejamos para nós.

Dessa maneira, não se sinta culpado por não gostar do seu trabalho. Isso pode acontecer, de uma forma ou de outra, no decorrer de nossas vidas. Faz parte do desenvolvimento profissional.

Em contrapartida, isso não quer dizer que você deva ser um profissional ruim ou desfocado pelo simples fato de não gostar do trabalho. Afinal, ao agir dessa forma você estará sendo antiprofissional e, pior do que isso, poderá criar uma imagem profissional ruim, que lhe impeça de encontrar boas oportunidades lá na frente.

Por isso, entenda que sim, é normal não gostar do trabalho, quando trabalhamos com algo que não tem nada a ver com o que queremos. Mas nem por isso temos passe livre para sermos profissionais inadequados!

Não começamos a carreira do topo

Quando dizemos que é normal não gostar do trabalho, estamos nos referindo ao fato de que ninguém começa a carreira do topo.

Ou seja, temos que começar de baixo. E “começar de baixo” quer dizer atuando em algo que não necessariamente é aquilo que sonhamos para nós.

Quando aceitamos isso, tendemos a nos cobrar menos e aprendemos a exercitar a paciência. Sendo esses dois fatores essenciais para a qualidade de vida no trabalho.

Sempre podemos mudar nossa carreira profissional

Lembre-se também que sempre podemos mudar nossa carreira profissional.

Não é porque você se formou em algo que tem apenas a oportunidade de fazer um único trabalho específico. Não é assim que funciona!

Você sempre será capaz de encontrar novos caminhos e expandir os seus horizontes. E se no seu caso é normal não gostar do trabalho, foque em buscar algo que realmente faça sentido para você. 😉

Focar nos objetivos pode ajudar

Ao traçar novos planos e caminhos para você, foque sempre nesses objetivos. Assim, quando se sentir cansado, desmotivado ou esgotado, tente encontrar alguma força no seu sonho.

É claro que isso não vai funcionar todos os dias. Haverá dias mais difíceis no trabalho que você não gosta. Mas mesmo assim, não desista! Que em algum momento você vai chegar lá.

Boa sorte no seu desenvolvimento!

Avalie o Texto.

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.