Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Como o estresse interfere no bem-estar e na produtividade no trabalho?

Veja aqui os potenciais impactos das crises de estresse no trabalho.

estresse interfere no bem-estar e na produtividade no trabalho desde que ele seja negligenciado e mal gerenciado. Afinal, o estresse faz parte da vida, pois em algum momento poderemos nos sentir estressados.

Só que o problema pode surgir quando esse estresse vem se tornando recorrente, repetitivo e cansativo. A ponto de interferir no bem-estar de qualquer pessoa.

A seguir, portanto, vamos apresentar algumas dessas interferências causadas pelo estresse. Acompanhe e vamos refletir juntos.

Como o estresse interfere no bem-estar e na produtividade no trabalho?

O estresse interfere no bem-estar e na produtividade no trabalho de diversas maneiras diferentes. Cada pessoa, inclusive, pode sentir impactos distintos, que estarão associados à sua maneira de enxergar e viver a vida.

Contudo, alguns efeitos tendem a ser relativamente repetitivos em mais de um caso. Abaixo os listamos:

1- Baixa concentração e foco

A concentração tende a diminuir quando a pessoa começa a sentir fortes crises de estresse. Isso pode acontecer devido ao fato de que o gatilho do estresse desencadeia um foco muito intenso em si mesmo.

Em outras palavras, tendemos a prender a nossa atenção no gatilho do estresse, ao invés de focar na atividade proposta e que deve ser executada.

Essa falta de concentração e foco, no longo prazo, desencadeia sensações de improdutividade, desmotivação, etc.

2- Excesso de trabalho e descumprimento de prazos

O trabalho pode começar a se acumular, à medida que o estresse “rouba” a concentração do trabalhador. Como consequência, o descumprimento de prazos também pode se tornar um problema, que impacta o bem-estar, a qualidade de vida e a satisfação do colaborador.

3- Relações interpessoais conflituosas e falhas na comunicação

O estresse interfere no bem-estar e na produtividade no trabalho a partir do momento em que impacta as relações interpessoais nesse ambiente.

A nível de exemplo, imagine um dia em que você está muito estressado e o seu colega de trabalho aparece com outro problema, que ele mesmo criou. As chances de você ficar muito nervoso e ser ríspido com o seu colega são grandes, não acha?

Pois é. Se esse tipo de reação se torna recorrente, as relações ficam “quebradas”, causando um desconforto no ambiente de trabalho. Logo, todo o bem-estar passa a sofrer impactos.

4- Afastamento por outras questões de saúde

A saúde do corpo está intimamente relacionada a da mente. Por isso, quando o estresse se torna repetitivo, o corpo também pode sentir. Aqui, há os efeitos de afastamento por problemas digestivos, enxaquecas, etc.

5- Atrasos e faltas recorrentes

Os atrasos e as faltas recorrentes também são a prova de como o estresse interfere no bem-estar e na produtividade no trabalho.

Afinal, como uma tentativa de fuga do estresse, o sujeito pode faltar no trabalho ou chegar todos os dias mais tarde, para ficar exposto ao desconforto o menor tempo possível.

6- Dificuldade para executar tarefas

As tarefas vão se tornando cada vez mais difíceis de serem concluídas. E isso pode estar associado à falta de foco, concentração e motivação.

Logo, a tendência é que a pessoa se sinta cada vez menos engajada com o trabalho, agindo no piloto automático e não colocando muita energia no que faz.

 

Por conta desses e de outros fatores que o estresse deve ser trabalhado positivamente, e não apenas deixado “de lado”.

Precisamos falar sobre isso!

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.