Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Cerca de 400 mil que estão na fila do Bolsa Família não estão recebendo Auxílio

Cerca de 400 mil pessoas que estão na fila do recebimento do Bolsa Família não conseguiram entrar no novo Auxílio Emergencial. A informação é do jornal Folha de São Paulo. O próprio Ministério da Cidadania, que responde pelo programa, confirmou o fato.

De acordo com as informações oficiais, o Bolsa Família paga parcelas para cerca de 14 milhões de brasileiros. Para além deles, cerca de 1,2 milhão de pessoas estão esperando em uma espécie de fila virtual. Eles estão no aguardo para entrar no projeto.

Essas pessoas passaram por uma aprovação do Ministério da Cidadania. Dessa forma, dá para dizer que o próprio Governo Federal reconheceu que elas estão em situação de pobreza e que portanto precisam receber dinheiro do Palácio do Planalto.

Desse montante que está na fila de espera, cerca de 763 mil conseguiram entrar no Auxílio Emergencial. No entanto, outras 400 mil não tiveram a mesma sorte. Elas estão portanto sem o Bolsa Família e sem o programa emergencial. Estão dessa forma sem nenhum tipo de ajuda neste momento.

Chama atenção em toda essa situação o fato de que o Governo Federal confirma que vai sobrar dinheiro nos pagamentos do Auxílio. É que eles esperavam pagar o benefício para cerca de 45 milhões de brasileiros, mas só 39 milhões estão recebendo de fato. Mesmo diante disso, não há previsão para que as pessoas que estão na fila do programa entrem agora.

Auxílio Emergencial

Vale lembrar que o Bolsa Família está passando por uma fase diferente agora. É que de acordo com as regras do Ministério da Cidadania, as pessoas do programa que estavam recebendo menos do que o Auxílio, migraram para o projeto emergencial.

Dos 14 milhões de brasileiros que estavam recebendo o Bolsa Família, cerca de 10 milhões foram para o benefício novo. Isso quer dizer portanto que atualmente o programa está fazendo pagamentos para cerca de 4 milhões de pessoas.

Mesmo diante disso, o Governo não pretende colocar essas 400 mil cidadãos que estão na fila. Pelo menos é o que diz o próprio Ministério da Cidadania. Então dá para dizer que esses brasileiros deverão seguir mais um tempo nesta situação. Isso porque o Planalto deve prorrogar o Auxílio por mais dois ou três meses.

Olho no Segundo Semestre

O Ministério da Cidadania mandou uma resposta para a reportagem da Folha de São Paulo. No entanto, eles não explicaram a razão que motivou a exclusão desses 400 mil brasileiros do Bolsa Família e do Auxílio Emergencial ao mesmo tempo.

A pasta, que é responsável por esses pagamentos, se limitou a dizer que o Planalto está fazendo o possível para inserir mais famílias no programa, mas sem descuidar da questão fiscal. “O Ministério trabalha no processamento de cadastros a partir das informações mais recentes disponíveis nas bases de dados governamentais”, diz a nota.

“O Ministério tem adotado medidas para alcançar a maior cobertura possível de famílias em situação de vulnerabilidade, assegurando uma renda mínima para essa parcela da população, ao mesmo tempo em que, com responsabilidade fiscal, respeita-se o limite orçamentário”, completa.

1 comentário
  1. Isaías Abreu Ferreira Diz

    Eu não recebo auxilio nenhum só tou vivendo pela graça de Deus tou de recuperação da fratura do tornozelo direito por isso não posso trabalhar na rua no momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.