Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.4/5 - (7 votes)

Auxílio Emergencial com novos pagamentos ainda em 2021; veja quem receberá

Em outubro, o coronavoucher teve os seus pagamentos definitivamente encerrados, todavia, ainda há repasses retroativos a serem realizados.

De acordo com o Ministério da Cidadania, o Auxílio Emergencial será pago a dois grupos ainda neste mês de dezembro. Em outubro, o coronavoucher teve os seus pagamentos definitivamente encerrados, todavia, ainda há repasses retroativos a serem realizados.

Veja também: Auxílio Brasil: média de pagamentos de janeiro vai ser de R$ 415

O primeiro público a receber o Auxílio Emergencial em dezembro são os beneficiários que tiveram o pagamento da sétima parcela cancelado no mês de outubro. De acordo a Secretaria Nacional do Cadastro Único, 20 mil contestações foram analisadas em novembro, sendo que cerca de 11,2 mil foram aprovados para receber o pagamento retroativo.

Até o momento a equipe da Cidadania ainda não divulgou o calendário de depósitos da nova parcela, porém, segundo o texto o respectivo benefício deve ser creditado conta poupança digital dos beneficiários a partir de 3 de dezembro. Cerca de R$ 16 milhões serão repassados no total.

As consultas já estão disponíveis para os interessados. Basta acessar o site e informar alguns dados pessoais, como o número do CPF, nome completo e data de nascimento.

Auxílio Emergencial de R$ 3 mil

O segundo grupo que terá acesso a um novo pagamento do Auxílio Emergencial ainda neste mês, é o dos pais solteiros chefes de família. Em 2020, esses beneficiários receberam apenas cotas simples do auxílio, no valor de R$ 600. No entanto, posteriormente, foi aprovado no Congresso Nacional a concessão da cota dupla, assim como recebiam as mães chefes de família monoparentais.

O PLN 43/21 solicita cerca de R$ 2,8 bilhões para o pagamento da cota extra para os homens chefes de família solo. Recentemente o texto foi aprovado pela Comissão Mista de Orçamento da Câmara dos Deputados, e agora segue para votação no Congresso.

Vale ressaltar que o pagamento de dezembro não será o único referente ao público masculino. Este mês, receberão apenas os pais que se encaixam no grupo ‘Extracad’, composto por homens que não estavam no Cadastro Único e nem no Bolsa Família, sendo cerca de 940 mil.

Nos demais meses, ou seja, já de 2022, terão acesso a parcela complementar os homens que fazem parte do Auxílio Brasil (Bolsa Família) e que estão inscritos no Cadastro Único. O Governo Federal ainda não divulgou as datas de repasses.

No que se refere ao valor da cota, será a somatória das cincos primeiras parcelas do programa no valor de R$ 600 em 2020. Neste sentido, considerando a finalidade complementar de cotas duplas, os pais solteiros terão direito até R$ 3 mil.

3.4/5 - (7 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

9 Comentários
  1. udson Brito Soares Diz

    Olá quero muito continua recebendo o alxilio emergencial.to desempregado ainda não consegui encontrar emprego

  2. Maria Luzia vital Pacheco dias Diz

    Quero saber se é verdade e se eu tenho direito

  3. Carla Diz

    carlacristinabarbosa39@gmail.com

  4. Carla Diz

    eu pego que dia

  5. Anderson Cardoso da vitoria Diz

    Vou ter esse dinheiro em dezembro

  6. Marcos da Silva Diz

    Eu tenho direito a receber as parcelas ou não

  7. Nilcelena Diz

    O meu parou em.outubro..Quando recebo?

  8. Roberto Carlos dos Santos Oliveira Diz

    Olá bom. Gostaria muito de continuar recebendo,auxílio emergencial. Porque moro sozinho não tenho emprego não recebo nada, e sou diabético doente. Ficaria muito feliz se consigo tirar usasse está grande ajuda, fui cadastrado no cadúnico mais quando acabou estou aqui passando necessidades me ajude.

  9. Rodrigo Pereira Diz

    Qual Rodrigo dia que eu pego o auxílio Brasil

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.