Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Auxílio Brasil terá alterações permanentes, diz Ministério da Cidadania

De acordo com a pasta responsável pelo Auxílio Brasil, programa em questão terá alterações permanentes todos os meses

O Governo Federal deverá começar já no próximo dia 18 os pagamentos do mês de janeiro do Auxílio Brasil. A grande diferença agora é que o Planalto deverá inserir algo em torno de 2,7 milhões de pessoas em breve. Então o número de usuários do programa deverá subir dos atuais 14,5 milhões para algo em torno de 18 milhões.

Entretanto, vale lembrar que esse número deve mudar a cada mês. É que de acordo com informações do próprio Ministério da Cidadania, todos os meses eles deverão realizar reanálises nas contas de todas as pessoas que fazem parte do benefício. Além disso, eles também deverão analisar os cidadãos que estão na fila.

Dessa forma, dá para dizer que nenhum usuário do programa está garantido até o final dos pagamentos. A qualquer momento ele vai poder perder o direito de receber o dinheiro do projeto; seja porque ele não atende mais a todas as regras do benefício ou porque o Governo encontrou algum tipo de irregularidade nos repasses.

Por outro lado, pessoas que não conseguirem entrar no benefício agora em janeiro, podem ter a chance de entrar depois, uma vez que, de acordo com o próprio Ministério da Cidadania, o Auxílio Brasil é um programa volátil. Isso quer dizer portanto que todos os meses, alguns usuários irão sair e outros poderão entrar no projeto.

Neste sentido, dá para dizer que o benefício não é tão diferente em sua forma do antigo Bolsa Família. Isso porque no programa antecessor, os números também não eram fixos. Todos os meses, novas pessoas saíam e entravam no projeto também. Essa é uma lógica que não deve mudar neste momento.

Preocupação dos usuários

Há uma certa preocupação dos usuários neste sentido, isso  porque alguns deles lembram bem o que acontecia no Auxílio Emergencial. Na ocasião, o Governo também fazia uma espécie de pente fino nessas contas.

Naquela época, milhões de pessoas perderam os seus benefícios. Várias delas foram até as redes sociais para dizer que os cancelamentos foram injustos e a grande maioria não conseguiu retornar ao programa.

Há portanto um temor de que esse cenário se repita. O Governo Federal se defende afirmando que precisa fazer isso para evitar que fraudes aconteçam. Além disso, eles dizem que as pessoas poderão contestar resultados com os quais não concordam.

Auxílio Brasil vai até o final do ano?

Sim. O Auxílio Brasil, do jeito que está desenhado, está confirmado até o final do ano. Então, mesmo que o número de usuários passe por alterações todos os meses, o fato é que o programa em si vai até o mês de dezembro.

Logo depois disso, no entanto, não se sabe o que é que vai acontecer. A PEC dos Precatórios que foi aprovada pelo Congresso Nacional fala na criação de um programa fixo para os brasileiros, mas não se sabe se será o Auxílio Brasil.

O que se sabe é que isso vai acabar sendo uma decisão do próximo Governo. Sendo ele comandado por Bolsonaro ou não. O fato é que quem ganhar as próximas eleições deverá decidir qual vai ser o futuro do Auxílio Brasil.

5/5 - (1 vote)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.