Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Auxílio Brasil: famílias com mais menores de idade terão mais chances

De acordo com MP original do Auxílio Brasil, famílias que possuem mais menores de idade terão mais chances de receber

O Governo Federal deverá começar já no próximo dia 18 de janeiro a terceira rodada de pagamentos do seu Auxílio Brasil. Dessa vez, no entanto, o programa vai mudar de patamar. De acordo com o Ministério da Cidadania, que é a pasta responsável pelo projeto, o número de usuários vai subir em 2,7 milhões.

Por isso, muita gente está se perguntando se estará no meio desses novos usuários. De acordo com informações oficiais da própria Medida Provisória (MP) do Auxílio Brasil, dá para saber quais são os grupos familiares que terão prioridade no recebimento desse benefício neste mês de janeiro.

Entre essas famílias, eles decidiram priorizar em algum grau aquelas que possuem os maiores números de pessoas menores de 18 anos de idade. Isso pode ser uma espécie de critério de desempate na hora de escolher entre dois indivíduos que estão buscando uma vaga para entrar no Auxílio Brasil.

Critérios de prioridade

Essa não é, no entanto, a única prioridade do Governo. De acordo com eles, o principal ponto de preferência é escolher as famílias que possuem filhos que estejam em situação de trabalho infantil, pessoas que resgatadas de situação de analogia à escravidão, quilombolas e também os indígenas.

O segundo critério de prioridade vai ser o das cidades que possuem as menores taxas de abrangência do Auxílio Brasil. A ideia é justamente aumentar a cobertura do programa nesses lugares. Quais são esses municípios? não dá para saber. O Ministério da Cidadania não está fornecendo essa informação.

Dentro dessas cidades, eles irão dar prioridade para as famílias que estão em situação de renda per capita inferior. Em caso de novo empate, eles aí sim passam a priorizar as casas que possuem mais pessoas menores de 18 anos. Por fim, eles dão peso para os cidadãos que estão há mais tempo na fila de espera.

Por que esses critérios são feitos?

De acordo com informações do próprio Governo Federal, esses critérios existem porque não há como pagar o benefício para todo mundo que realmente precisa do dinheiro. Por isso, eles precisam selecionar as pessoas.

Então vamos imaginar que muita gente precisa da quantia e o Governo não tem como pagar para todo mundo. Nesse sentido, eles precisam cortar algumas pessoas. Eles não podem fazer isso aleatoriamente.

Por isso, eles criam novas regras de prioridade dentro das normas gerais. Assim, eles podem usar isso como uma espécie de critério de desempate para escolher as famílias que, em tese, precisam dessa ajuda de forma mais urgente.

Fila de entrada no Auxílio Brasil

De acordo com o Ministério da Cidadania, a fila de entrada do Auxílio Brasil foi zerada oficialmente ainda nesta semana. Por essa lógica, todo mundo que está no Cadúnico e que se encaixa em todas as regras do programa vai poder entrar no benefício.

Só que não se sabe exatamente qual é o tamanho dessa fila. O próprio Ministério da Cidadania fala que cerca de 1 milhão de brasileiros estão nesta situação. Já a Rede Brasileira de Renda Básica diz que já são mais de 5 milhões.

Nas contas do Governo Federal, algo em torno de 2,7 milhões de pessoas poderão entrar no benefício neste mês de janeiro. Isso vai elevar o número de usuários do programa dos atuais 14,5 milhões para algo em torno de 18 milhões de brasileiros.

Avalie o Texto.
4 Comentários
  1. Elioneide Diz

    Esse presidente de bosta se faz de doido veta a ampliação do auxílio Brasil com tanta famílias precisando muito dessa ajuda presidente inútil

  2. Gislene dos santos Lopes Diz

    Pois sou mãe e Estou desempregada

  3. Michel dos santos mussi Diz

    Pois sou sozinho estavo recebendo e estou desempregado

  4. Patrícia Santos Diz

    E agora sai o povo tendo filho a torto e a direito

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.