Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

3 matemáticos brilhantes não tão conhecidos

Matemática. É uma daquelas coisas que a maioria das pessoas ama ou odeia. Aqueles que odeiam, inclusive, ainda podem ter pesadelos quando surge a disciplina no concurso público ou então no vestibular.

Nossa história é rica em matemáticos que ajudaram a avançar nossa compreensão coletiva da matemática, mas existem alguns destaques cujo trabalho brilhante e intuições levaram as coisas a grandes saltos e limites.

Seus pensamentos e descobertas continuam a ecoar através dos tempos, reverberando hoje em nossos celulares, satélites, bambolês e automóveis.

Veja três dos mais brilhantes matemáticos, cujos trabalhos continuam a ajudar a moldar nosso mundo moderno, mas que não são tão conhecidos, como Newton ou Arquimedes, por exemplo.

Carl Gauss (1777-1855)

Isaac Newton é um ato difícil de seguir, mas se alguém pode fazer isso, é Carl Gauss. Se Newton é considerado o maior cientista de todos os tempos, Gauss poderia facilmente ser chamado de o maior matemático de todos os tempos.

Carl Friedrich Gauss nasceu em uma família pobre na Alemanha em 1777 e rapidamente se mostrou um matemático brilhante. Ele publicou “Arithmetical Investigations”, um livro-texto fundamental que expôs os princípios da teoria dos números (o estudo de números inteiros).

Sem a teoria dos números, você poderia dizer adeus aos computadores. Os computadores operam, no nível mais básico, usando apenas dois dígitos – 1 e 0, e muitos dos avanços que fizemos no uso de computadores para resolver problemas são resolvidos usando a teoria dos números.

Seu trabalho na teoria dos números foi apenas uma pequena parte de sua contribuição para a matemática.

John von Neumann (1903-1957)

John von Neumann nasceu János Neumann em Budapeste alguns anos após o início do século 20, um nascimento oportuno para todos nós, pois ele passou a projetar a arquitetura subjacente a quase todos os computadores construídos no planeta hoje.

No momento, qualquer dispositivo ou computador em que você esteja lendo isso, seja ele um telefone ou computador, está passando por uma série de etapas básicas bilhões de vezes a cada segundo; etapas que permitem fazer coisas como renderizar artigos da Internet e reproduzir vídeos e música, etapas que foram inicialmente pensadas por von Neumann.

Von Neumann recebeu seu Ph.D. em matemática aos 22 anos ao mesmo tempo que se graduava em engenharia química para apaziguar seu pai, que estava entusiasmado com o fato de seu filho ter uma boa habilidade comercial. Felizmente para todos nós, ele continuou com a matemática.

Em 1930, ele foi trabalhar na Princeton University com Albert Einstein no Institute of Advanced Study. Antes de sua morte em 1957, von Neumann fez descobertas importantes na teoria dos conjuntos, geometria, mecânica quântica, teoria dos jogos, estatística, ciência da computação e foi um membro vital do Projeto Manhattan.

Alan Turing (1912-1954)

Alan Turing foi um matemático britânico que foi considerado o pai da ciência da computação. Durante a Segunda Guerra Mundial, Turing dedicou seu cérebro ao problema de quebrar o código criptográfico nazista e foi quem finalmente desvendou as mensagens protegidas pela infame máquina Enigma.

Ser capaz de quebrar os códigos nazistas deu aos Aliados uma enorme vantagem e mais tarde foi creditado por alguns historiadores como um dos principais motivos pelos quais os Aliados venceram a guerra.

Além de ajudar a impedir a Alemanha nazista de alcançar a dominação mundial, Turing foi fundamental no desenvolvimento do computador moderno. Seu projeto para a chamada “máquina de Turing” continua sendo fundamental para a forma como os computadores funcionam hoje.

O “teste de Turing” é um exercício de inteligência artificial que testa quão bem um programa de IA funciona; um programa passa no teste de Turing se pode ter uma conversa de chat de texto com um humano e fazer essa pessoa pensar que também é uma pessoa.

A carreira e a vida de Turing terminaram tragicamente quando ele foi preso e processado por ser homossexual. Ele foi considerado culpado e sentenciado a se submeter a tratamento hormonal para reduzir sua libido, perdendo também o certificado de segurança. Em 8 de junho de 1954, Turing foi encontrado morto por suposto suicídio por sua faxineira.

As contribuições de Turing para a ciência da computação podem ser resumidas pelo fato de que seu nome agora adorna o prêmio principal da área. O Prêmio Turing é para a ciência da computação o que o Prêmio Nobel é para a química ou a Medalha Fields para a matemática.


E então, gostou de saber mais sobre os mestres da matemática não tão conhecidos assim do grande público?

Não deixe de ler também – Filósofos: Pensadores que revolucionaram a matemática

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.