Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Veja como utilizar o aplicativo do Auxílio Brasil

O lançamento da plataforma ocorreu junto com o do novo programa social e serve para acompanhá-lo.

Assim que os primeiros depósitos do Auxílio Brasil começaram, em 17 de novembro, o Governo Federal também lançou um aplicativo do programa.

Dessa maneira, os participantes do benefício poderão acompanhar todas os dados que desejarem pela plataforma. Dentre eles, os valores do benefício e calendário de pagamento, por exemplo.

Este aplicativo, então, substituiu o do programa social anterior, o Bolsa Família. Portanto, aqueles que já tinha o app poderão realizar uma atualização. Já quem ainda não o tem,  poderá baixá-lo pela Apple Store ou pela Google Play Store.

Como usar o aplicativo?

Logo que o beneficiário tiver o aplicativo em seu celular, deverá abri-lo e:

  • Clicar em “Acessar”.
  • Digitar CPF e senha. Neste momento é possível utilizar a senha do aplicativo do Bolsa Família, do Caixa Tem, ou, ainda, realizar um cadastro próprio neste app.

Desse modo, o usuário poderá acessar todas as opções de serviço da plataforma. Portanto, basta identificar e clicar na opção desejada.

Contudo, se o beneficiário ainda não tinha um cadastro, deverá fazê-lo antes do login.

Já aqueles que não têm facilidade no uso de apps do celular também contam com outro meios de acompanhar o Auxílio Brasil.

Leia mais:

Auxílio Brasil: Veja como se cadastrar no aplicativo do programa

Auxílio Brasil com alguns valores menores na consulta via aplicativo; entenda

Outros meios de acompanhar o Auxílio Brasil

Veja, abaixo, como acompanhar o benefício, sem o app do Auxílio Brasil.

Aplicativo Caixa Tem

Os participantes do Auxílio Brasil, até o momento, são todos aqueles que já estavam no Bolsa Famílias em outubro. Com exceção, claro, de quem deixou de cumprir as regras atuais.

Dessa maneira, é provável que estes já acompanhavam o benefício pelo aplicativo Bolsa Família ou do Caixa Tem. Portanto, ainda é possível utilizar este último app, caso o usuário prefira.

Nele é possível pagar boletos, transferir valores e realizar compras com o cartão de débito digital, por exemplo. Além disso, o Caixa Tem também faz leitura de QR Code (um tipo de código de barras), o que permite a compra em lojas que o tenham.

Agora, então, a plataforma também irá possibilitar serviços do Auxílio Brasil.

Meios presenciais

Aqueles que preferem tirar suas dúvidas podem procurar pela agência mais próxima de seu endereço.

Desse forma, é possível contar com:

  • Terminais de autoatendimento
  • Casas Lotéricas
  • Correspondentes Caixa Aqui
  • Agências da Caixa Econômica Federal

De acordo com a Caixa Federal, o Brasil conta com 4.267 agências e postos de atendimento, além de 27.206 terminais de autoatendimento, 13.393 casas lotéricas e 2.655 correspondentes bancários.

Nesse sentido, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, indica que “no caso do Auxílio Brasil, vamos pagar tanto nas agências quanto da parte do Caixa Tem. As pessoas podem receber em qualquer um dos dois canais, seja digital, que temos 109 milhões de contas correntes, quanto nas agências, são ao redor de 4.200 pelo Brasil, além de 13 mil lotéricas”.

Pelo Telefone

Por fim, ainda, o beneficiário pode verificar informações por ligação telefônica. Para tanto, basta:

  • Ligar para o número 0800 426 0207.
  • Digitar a opção 3, ou seja, Auxílio Brasil e demais programas.
  • Em seguida, deve-se clicar 4, caso queira verificar se irá receber o benefício.
  • Então, o cidadão deve digitar seu número de CPF ou do NIS (Número de Identificação Social).

Usuários devem se atentar a apps falsos

Assim que o aplicativo do Auxílio Brasil se lançou já foi possível visualizar outros que poderia enganar os beneficiários. Isto é, tratam-se de apps que parecem ser do Governo Federal, mas não são.

Dessa forma, aqueles que desejam obter o aplicativo oficial devem se atentar para a tentativa de golpe. Nesse sentido, o Ministério da Cidadania se manifestou, a fim de deixar claro que os brasileiros não devem confiar em qualquer alternativa.

Portanto, o órgão indica que “quaisquer outros aplicativos que dizem ser do Auxílio Brasil, divulgados por meio de links compartilhados no WhatsApp, são FALSOS. Baixá-los pode danificar seu aparelho e colocar seus dados pessoais em risco”.

Dessa maneira, é importante verificar qual opção selecionar, para não escolher aquele que não é o aplicativo oficial do Auxílio Brasil.

Ainda de acordo com o Governo Federal, a ferramenta atual é uma renovação do antigo. Isso significa, então, que é possível visualizar informações antigas ao entrar no aplicativo oficial. Todo aquele que não tiver esses dados serão falsos.

Não clique em link para cadastro no Auxílio Brasil

Atualmente, ainda, alguns brasileiros comentam sobre a possibilidade de se cadastrar no Auxílio Brasil por meio de um link na internet compartilhado por mensagem.

Contudo, essa informação é falsa e pode apresentar perigos para quem clica no site.

Aquele que recebe o link, então, também vê uma série de orientações da mensagem falsa, a fim de conseguir se cadastrar. Porém, trata-se de um meio fraudulento que não cadastrará o indivíduo.

Assim, o Ministério da Cidadania já se manifestou no sentido de que o único aplicativo oficial se chama “Auxílio Brasil Caixa”. Qualquer outro aplicativo ou site não deve ser confiado.

Nesse sentido, o perigo destas correntes é que, em muitos casos, é possível que o site recolha informações pessoais de quem o acessa. Desse modo, criminosos digitais utilizam destes dados para furtar as quantias ou enganar outros.

Como realmente ocorre o cadastro no Auxílio Brasil?

Por fim, ainda, o Ministério da Cidadania deixa claro que a participação do Auxílio Brasil apenas ocorre por meio de inscrição no Cadastro Único do Governo Federal.

Isso significa, então, que não há qualquer meio digital para se cadastrar no programa. Nem mesmo o aplicativo oficial do Auxílio Brasil realiza cadastro para receber o benefício. Nesta plataforma, aquele que já recebe os valores apenas poderá acompanhar esse movimento.

Assim, quem deseja receber o benefício do Auxílio Brasil deve se dirigir a uma unidade socioassistenciais do Sistema Único de Assistência Social. Isto é, locais como:

  • CRAS (Centro de Referência de Assistência Social)
  • CREAS (Centro de Referência Especializada de Assistência Social)
  • Postos de atendimento do Cadastro Único
  • Prefeituras Municipais

Além disso, é importante lembrar que, depois do pedido, apenas terão acesso ao valor aqueles que receberem uma correspondência do banco. Isto é, um comunicado de seleção para o programa.

Leia mais:

Auxílio Brasil: Como será o pagamento de dezembro?

5/5 - (1 vote)
1 comentário
  1. Angela Aparecida Ricardo Diz

    Este dinheiro vai ser bom pois tenho filhos pra sustentar,contas , remédios que tomo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.