Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Vale-gás: Nordeste é região com mais beneficiários em junho

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Cidadania, pouco mais de 2,7 milhões de nordestinos recebem o vale-gás nacional em junho

O Nordeste é a região do Brasil que mais conta com beneficiários do programa vale-gás nacional. Os dados foram divulgados no final da última semana pelo próprio Ministério da Cidadania. Ao todo, pouco mais de 5,68 milhões de brasileiros estão inseridos na folha de pagamentos do projeto em junho. Destes, pouco menos de 2,7 milhões são nordestinos.

Este é o quarto pagamento do vale-gás nacional, e é também a quarta liberação seguida em que o Nordeste é a região mais contemplada com o novo benefício. Logo depois vem o Sudeste com pouco mais de 1,8 milhão de usuários. As duas regiões são as únicas do país que registram mais de 1 milhão de beneficiários do programa social.

Veja os números de usuários do vale-gás nacional neste mês de junho por região:

  • Nordeste: 2,7 milhões
  • Sudeste: 1,8 milhão
  • Norte: 545 mil
  • Sul: 236 mil
  • Centro-Oeste: 178 mil

Para este mês, cada cidadão recebe R$ 53. Os pagamentos, aliás, começaram ainda na última sexta-feira (17). Os usuários que têm o Número de Inscrição Social (NIS) final 1 já puderam receber o benefício. De toda forma, a maioria dos usuários começa a receber o dinheiro a partir desta segunda-feira (20).

Hoje é a vez dos usuários que possuem o Número de Inscrição Social (NIS) final 2. Até a próxima sexta-feira (25), outros quatro grupos recebem o dinheiro do programa social. Os pagamentos de junho seguem até o próximo dia 30. O número de indivíduos que fazem parte do projeto social neste mês cresceu em relação ao mês anterior. Estima-se que pouco mais de 29 mil usuários tenham entrado no benefício social.

Quem tem direito ao vale-gás nacional?

Segundo as informações do Ministério da Cidadania, as regras de entrada no vale-gás nacional seguem basicamente as mesmas. Em primeiro lugar, é necessário ter uma renda per capita igual ou menor a meio salário mínimo, ou seja, R$ 606 por pessoa.

Além disso, também é importante ter um cadastro ativo e/ou atualizado no Cadúnico, do Governo Federal. Outra opção é ser um usuário do Benefício de Prestação Continuada (BPC) do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Dessa forma, de acordo com dados revelados pelos autores do projeto no Congresso Nacional, pouco mais de 24 milhões de brasileiros estão aptos ao recebimento do benefício. Este é o número de pessoas que cumprem todas as regras para o recebimento.

Quem recebe de fato

No entanto, nem todo mundo que cumpre todas as normas de entrada no programa social, pode receber o dinheiro de fato. Como dito, pouco mais de 5,6 milhões de pessoas estão dentro do vale-gás nacional neste mês de junho.

Assim, é possível afirmar que mais de 18 milhões de cidadãos brasileiros estão na chamada fila de espera para o recebimento do benefício. São indivíduos que cumprem todas as regras de entrada, mas que ainda assim não recebem nada.

O Governo Federal explica que a fila de espera se forma porque não há espaço no orçamento para atender todas as pessoas. Assim, boa parte dos cidadãos precisam esperar até que novas vagas sejam abertas nos próximos meses.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.