Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Última parcela do auxílio emergencial: veja datas de pagamentos

O calendário do que pode ser a última parcela do auxílio emergencial já está disponível e deve começar no mês de outubro, com o encerramento dos pagamentos da 6ª parcela.

Até agora está é a última parcela confirma oficialmente e que já tem os valores no orçamento garantido.

Estender o auxílio emergencial por mais meses depende de orçamento do governo federal e indicação de receita, qualquer atitude fora disso pode ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Os pagamentos seguem até a 7ª parcela, com valores confirmados que podem variar de R$ 150 a R$375. Veja:

  • Pessoa que mora sozinha: recebe R$ 150;
  • Famílias com mais de uma pessoa e não dirigidas por uma mulher: recebe R$ 175;
  • Famílias com mães “chefes de família”: recebe R$ 375;

Um problema nos valores do auxílio emergencial está a comparação com a cesta básica que só vem aumentando, o que prejudica a alimentação de diversas famílias. Para se ter uma ideia, a cesta básica já consome mais da metade de um salário mínimo.

 

Calendário da 7ª parcela

Mês de nascimento Data de pagamento Liberação para saque
Janeiro 20 de outubro 1º de novembro
Fevereiro 21 de outubro 3 de novembro
Março 22 de outubro 4 de novembro
Abril 23 de outubro 5 de novembro
Maio 23 de outubro 9 de novembro
Junho 26 de outubro 10 de novembro
Julho 27 de outubro 11 de novembro
Agosto 28 de outubro 12 de novembro
Setembro 29 de outubro 16 de novembro
Outubro 30 de outubro 17 de novembro
Novembro 30 de outubro 18 de novembro
Dezembro 31 de outubro 19 de novembro

Auxílio Emergencial e novo programa social

Como já visto no calendário anunciado, a liberação de valores do auxílio emergencial 2021 deve acontecer  até outubro e os saques seguem liberados até novembro.

Depois disso, com a expectativa de já ter toda a população vacinada com a primeira dose, é esperado que o pagamento do Auxílio Emergencial 2021 seja encerrado, dando espaço para um novo programa social – o Auxílio Brasil.

A ideia é reformular o Bolsa Família, mudar seu nome e aumentar o valor mensal para pelo menos R$ 300 e expandir o número de beneficiários. A medida pretende tirar a “marca Lula” no projeto.

A proposta já foi entregue pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a perspectiva, conforme vinha sendo dito pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, é pagar o Auxílio Brasil ainda este ano.

Mas, se orçamento suficiente não for liberado o aumento do Bolsa Família poderá ser de apenas R$ 8,51. 

O governo federal pode voltar atrás também e renovar o auxílio emergencial 2021 até dezembro, o que ainda parece não ser uma possibilidade oficial. 

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
1 comentário
  1. Luzia jeronimo da Silva Diz

    Eu não tenho emprego e nem carteira acinada quero saber porque não estou recebendo minha filha trabalhou um tempo de carteira acinada mais saiu do emprego e foi morar com o namorado perto de Porto Velho nem mora mais comigo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.