Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Governo Federal planeja nova extensão do Auxílio Emergencial

O Governo Federal planeja estender os pagamentos do Auxílio Emergencial para 2022, revendo a decisão de que os pagamentos terminariam em outubro. De acordo com informações de dentro do cenário político, o pagamento de R$ 150 deve ser mantido em dezembro, com possibilidade de aumentar no próximo ano.

Desde a criação do programa, já se teve várias prorrogações e agora novamente é debatido sobre a possibilidade de uma extensão do Auxílio Emergencial e que estaria nos planos do Governo.

A ala política do Governo estaria “trabalhando intensamente” para manter o benefício no mesmo valor até o final do ano, com o pagamento máximo de R$ 375. Até existe a possibilidade de diminuir o valor, o que seria muito negativo para o Governo se ele pensa em tomar o programa social como uma fonte para conseguir votos na campanha eleitoral.

Cortar o Auxílio Emergencial prejudicaria milhões de pessoas

A explicação dada para este esforço em manter os pagamentos do Auxílio Emergencial é de que hoje o programa beneficia mais de 45,6 milhões de brasileiros, profundamente afetados pela pandemia.

Quanto às explicações do Governo sobre os pagamentos ainda mais baixos em 2022, é possível prever uma ou duas teses: uma de que teremos uma retomada da economia mais significativa no próximo ano, reduzindo a meta da inflação e que além disso, será dado o início dos pagamentos do novo Auxílio Brasil, substituindo o Bolsa Família.

Trabalho em duas frentes

O trabalho para a extensão do Auxílio Emergencial estaria acontecendo em duas frentes: uma que estaria sendo debatida no Congresso e também uma outra tese que se trata de uma simulação de valores, custos e também o tempo de duração.

O Ministério da Cidadania atualmente é comandado por João Roma, que tem realizado constantes reuniões com Ciro Nogueira e Paulo Guedes, Ministro da Economia. A intenção é de aprovar a extensão do Auxílio ainda no próximo mês, um pouco antes dos pagamentos da última parcela da atual extensão.

Valores do Auxílio Emergencial são insuficientes para a cesta básica

Mesmo com os pagamentos do Auxílio Emergencial que aconteceram durante quase todos os meses do ano, o valor pago aos mais vulneráveis é insuficiente para atender as necessidades básicas de alimentação, além dos itens de higiene pessoal.

Como o quadro é crítico, além da pandemia que voltou a apresentar uma alta no número de mortes e casos diários, todo o cuidado deve ser redobrado, principalmente com a limpeza. Também se sabe que a pandemia tende a atingir principalmente os mais pobres.

Quem recebe um salário mínimo no país, apesar de ser uma remuneração bastante precária, consegue comprar a cesta básica em qualquer capital do país, mesmo nas cidades mais caras como São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro e Florianópolis. Porém para quem está recebendo apenas os R$ 150 do Auxílio, não tem como se dar a esse gosto.

Para uma família de pelo menos duas pessoas, os gastos básicos como arroz, feijão e carne dos 25 itens da cesta básica, passam dos R$ 700, sendo impossível adquirir a uma boa nutrição com o valor do Auxílio Emergencial.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
7 Comentários
  1. Gláucia Diz

    Eu recebo so 150 e tenho tres filhas não consegui por elas no dia do cadastro elas não tinham cpf na epoca ,hj elas tem sera que tem como mudar eles deveriam ter um site pra atualizar os dados dos membros familiares mas tudo é difícil pra nos brasileiros mais vulneráveis economicamente ah so Deus na causa

  2. Jully Diz

    Quando eu fiz meu cadastro eu era sozinha hoje tenho 1 filho e queria colocar ele mais infelizmente não posso

  3. Aymar Diz

    Não tem como fazer um novo cadastro do auxílio emergencial para atual ano de 2021

  4. Silvia Diz

    Esse auxílio não está dando pra nada as coisas estão muito caras comidas, as contas que preciso pagar água, luz que subiu também os produtos higiênicos também que preciso comprar e outra eu tenho uma filha especial entendeu eu queria que aumentasse mais um pouco esse auxílio, não diminui como estão querendo fazer é um absurdo isso ok …

  5. Rodrigo Estrela Malvazzio Diz

    Gostaria de saber como faço pra me cadastrar de novo no auxílio emergencial, cortaram o meu pois tinha arrumado um emprego, mais foi 1 mês só agora estou desempregado novamente.

  6. Marilene grandi Diz

    Então em 2020 eu fiz o cadastro normal no site do auxilio emergêncial aí recebi tudo certinho chegou em 2021 colocaram uma lei que era só uma pessoa pra recebe sendo que quando eu fiz o cadastro eu fiz sozinha não tinham esse negócio de cadastro único depois que colocaram isso aí eu tenho cadastro único mais não recebo nada e a outra pessoa que eu tirei do meu cadastro esta recebendo 250 sendo que nao mora comigo mais eu moro sozinha e não tô recebendo o auxilio e não tem como eu contesta no site tô desempregada e olha que eu sou o titula do cadastro único e mesmo assim não tô recebendo nada se não fosse ajuda eu teria morrendo de fome hoje pq e um absurdo isso uma pessoa recebe no seu lugar

  7. Cleiton Diz

    Que País e este ? Só Deus

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.