Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Tribunal de Justiça de MG inova no monitoramento de presos

Os membros do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário (GMF) do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) se reuniram na última quinta feira (17/12), com o presidente da corte mineira, desembargador Gilson Lemes, para apresentar uma nova ferramenta de painéis eletrônicos desenvolvida pelo GMF junto com a Diretoria Executiva de Informática (Dirfor).

Sistema Eletrônico de Execução Unificado

De acordo com GMF, a ferramenta traz melhorias para o trabalho judicial de monitoramento eletrônico de presos e também de pacientes judiciais, portadores de sofrimento mental que cometem crimes e são internados. No decorrer da reunião, o presidente Gilson Lemes parabenizou a equipe pelo trabalho.

Dessa forma, a consulta de presos provisórios, benefícios vencidos na execução e medidas de segurança são os temas dos painéis com informações do Siscom e do Sistema Eletrônico de Execução Unificado (SEEU), que serão atualizados diariamente. Os painéis permitem consultas a casos individuais, à situação carcerária de cada vara e de cada comarca.

“As ferramentas exibem o monitoramento permanente de todas as prisões, as provisórias e as em execução de pena, e também as medidas de segurança e, futuramente, as internações do sistema socioeducativo. Acompanharemos a duração da prisão, o motivo e outros itens, que facilitarão o trabalho dos juízes, que estarão liberados de apresentar relatórios mensais, por meio de planilhas físicas”, afirmou o supervisor do GMF, desembargador Júlio Cezar Gutierrez.

Informações completas

O sistema apresenta a situação dos presos provisórios; dos sentenciados com benefício vencido nas execuções penais e dos pacientes judiciais em cumprimento de medida de segurança; monitoramento de prisões; dados completos dos processos; filtros para cruzamento de dados; informações estatísticas e gráficos atualizados; auxiliando o trabalho dos juízes na concessão de medidas protetivas, progressão para regime semiaberto e aberto e na prioridade de julgamento.

“É mais uma ferramenta que a Presidência do Tribunal de Justiça de Minas Gerais entrega ao Poder Judiciário de Minas, em especial aos juízes criminais e de execução criminal. A partir de agora, temos uma base de dados que apresenta, com maior fidelidade, a situação carcerária no Estado”, afirmou o juiz titular da Vara de Execuções Penais de Juiz de Fora e coordenador do GMF, Evaldo Elias Pena Gavazza.

Fonte: TJMG

Veja mais informações e notícias sobre o mundo jurídico AQUI

Avalie o Texto.

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.