Trabalhou em 2019 ou 2020? Abono salarial PIS/PASEP tem DINHEIRO ESQUECIDO!

O Governo Federal liberou um novo período para que os trabalhadores possam efetuar a retirada dos valores.

Mais de 800 mil trabalhadores esqueceram de sacar o abono salarial PIS/PASEP, ano-base de 2019 e 2020. O Governo Federal liberou um novo período para que os trabalhadores possam efetuar a retirada dos valores.

No abono salarial de 2019, aproximadamente 320 mil pessoas ainda não sacaram o abono. Os dados foram passados pelo Ministério do Trabalho e da Previdência.

No abono salarial de 2020, aproximadamente 561 mil trabalhadores ainda não retiraram os valores, de acordo com a pasta. O prazo para o resgate vai até 29 de dezembro.

É importante lembrar que o PIS é destinado aos trabalhadores do setor privado, e é pago por meio da Caixa Econômica Federal. Já o Pasep, é voltado aos servidores públicos, sendo pago pelo Banco do Brasil.

PIS/PASEP de 2019

Para ter acesso ao benefício, é necessário que o trabalhador se enquadre nos seguintes requisitos:

  • Estar cadastrado no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base de 2019;
  • Ter exercido atividade remunerada por, pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base de 2019;
  • Ter os dados atualizados na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/eSocial.

Vídeo Notícias Concursos:

O trabalhador pode solicitar o PIS/Pasep atrasado em uma das agências do Ministério do Trabalho e Previdência. Além desse meio, existem outras opções, como:

  • Através da central Alô Trabalhador, pelo telefone 158;
  • Por meio de uma mensagem de e-mail, pelo endereço uf@economia.gov.br, substituindo as letras ‘uf’ pela sigla do estado em que reside;
  • Pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital (CTPS); ou
  • Através do Portal Gov.br.

A consulta pode ser realizada por meio do aplicativo Carteira de Trabalho Digital (CTPS). É possível saber qual valor que será pago, qual será a data permitida para o saque e qual será o banco que intermediará o recebimento do benefício.

Contudo, é importante ressaltar que essas informações também podem ser acessadas através da conta Gov.br.

  1. Baixe o aplicativo;
  2. Abra o app e informe o seu CPF na área do login;
  3. Digite a sua senha do Gov.br;
  4. Após entrar, é só ir no canto superior da tela, onde estão os detalhes do PIS;
  5. No mesmo aplicativo está a opção de tirar dúvidas.

Vale ressaltar que será necessária uma conta no Gov.br, caso não tenha, basta se cadastrar informando o nome completo, a data de nascimento, e-mail e o número do CPF. A consulta do PIS pelo CPF também pode ser feita por meio da Central de Atendimento, pelo número 158.

PIS/PASEP de 2020

abono salarial PIS/PASEP, ano-base de 2020, ainda não foi sacado por mais de meio milhão de trabalhadores. Os pagamentos começaram no dia 08 de fevereiro, e os trabalhadores podem fazer o saque até 29 de dezembro deste ano. O abono salarial é pago a mais de 24 milhões de trabalhadores e 98% deles já foram sacar o benefício.

Até a última quarta-feira (06), 561.073 mil trabalhadores ainda não tinham sacado o dinheiro do programa, o que equivale a um total de R$523,2 milhões. Os dados foram divulgados pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

Do total de beneficiários:

  • 157.575 abonos do PIS, somando R$ 133,4 milhões; e
  • 403.498 abonos do Pasep, somando R$ 389,8 milhões.

Para quem não sabe, o PIS é pago para trabalhadores com carteira assinada da iniciativa privada e é pago pela Caixa Econômica Federal. O PASEP é para funcionários públicos e tem pagamentos via Banco do Brasil.

Veja abaixo como saber se você tem direito, como verificar o valor e como fazer o saque.

O trabalhador do setor privado pode consultar o benefício por meio do aplicativo Caixa Trabalhador e Caixa Tem. Já o servidor público, pode verificar as informações pela Central de Atendimento do BB (4004-0001, capitais e regiões metropolitanas, ou 0800 729 0001, interior).

Contudo, nos dois casos é possível realizar uma consulta pelo telefone 158 ou pela carteira de trabalho digital. Veja o passo a passo:

  1. Baixe o aplicativo da Carteira de Trabalho Digital;
  2. Acesse a plataforma com o CPF e senha do gov.br;
  3. Ao entrar na página inicial, clique em “Benefícios”;
  4. Na sequência, selecione “Abono Salarial” e verifique as informações disponíveis.
3.2/5 - (4 votes)
6 Comentários
  1. Josea Dantas da Silva Diz

    joseannnnnnnnn@gmail.com

  2. Nelson Diz

    Tá difícil. Tentei ir no Ministério do Trabalho mandaram agendar. Tentei agendar, não consegui pelo site indicado. Ligo pra 158 não consigo falar. Tá complicado. Por favor me ajuda.

  3. Gilberto tadeu Diz

    Essa história que o governo liberou nova data para pagamento do PIS ano base 2019, 2020 e 2021e mentira no dia 18/04/2022, o site do Condefat, Ministério do Trabalho ficaram fora do ar para a atualização dos manuais do operador do FGTS para investimentos do governo para o dinheiro do fundo, já mandei e-mail, já mandei formulário para o Ministério do Trabalho para a liberação do ano base 2019 e nada de resposta, mais uma vez vão enrolar o trabalhador e não vão pagar os nossos direitos para emprestar dinheiro a juros e investir o dinheiro em.obras inúteis. Agora provém que eu estou errado e morrem o calendário para pagamento do erro de processamento do pis ano base 2019

  4. Gilberto Simionato Diz

    Essa história que o governo liberou nova data para pagamento do PIS ano base 2019, 2020 e 2021e mentira no dia 18/04/2022, o site do Condefat, Ministério do Trabalho ficaram fora do ar para a atualização dos manuais do operador do FGTS para investimentos do governo para o dinheiro do fundo, já mandei e-mail, já mandei formulário para o Ministério do Trabalho para a liberação do ano base 2019 e nada de resposta, mais uma vez vão enrolar o trabalhador e não vão pagar os nossos direitos para emprestar dinheiro a juros e investir o dinheiro em.obras inúteis. Agora provém que eu estou errado e morrem o calendário para pagamento do erro de processamento do pis ano base 2019

  5. Jose Amilton Gomes Silva Diz

    Esqueceram não é a palavra certa.O governo fez uma bagunça e prejudicou milhares de trabalhadores.Olha o respeito que m todos são alie nado ta amigo?

  6. Fabiano Fortes Pereira Diz

    No ano de 2020,eu estava com a minha carteira assinada mas porém estava encostado pelo INSS, Não foi liberado meu PIS o que devo fazer para saber se tenho direito ao abono referente ao ano de 2020

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.