Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Terapia com animais: Mais qualidade de vida para internados

terapia com animais traz mais qualidade de vida, esperança, motivação e felicidade para os internados. Além disso, atua diretamente na sociabilidade e até mesmo na coordenação motora dos pacientes.

Para entender tudo sobre o assunto, acompanhe este conteúdo e fique por dentro!

Como funciona a terapia com animais?

A terapia com animais tem por objetivo estimular, motivar e desenvolver os pacientes internados, para que assim consigam criar suportes emocionais mais saudáveis para o enfrentamento da doença.

A companhia do pet pode ainda auxiliar no encorajamento, no caso de crianças, além de estimular a interação, sociabilidade e diminuir o estresse e a ansiedade.

Este tipo de terapia é feito com o auxílio de profissionais qualificados que utilizam a companhia animal de maneira estratégica, para que a intervenção aconteça da melhor forma possível.

O porte e a raça do animal pode variar de acordo com o objetivo do tratamento.

Quais os benefícios da terapia com animais?

Os benefícios da terapia com animais são diversos, e podemos destacar logo a seguir:

1- Melhora a interação e a sociabilidade

Como mencionamos no começo de nosso artigo, a sociabilidade e a interação é estimulada a partir da companhia do pet.

Este tipo de interação pode acontecer entre uma criança e o cão, ou até mesmo como um meio de fazer com que o pequeno adoecido interaja com o médico, por exemplo.

2- Auxilia na coordenação motora

Pacientes com mobilidade limitada pode ter o auxílio de cães para melhorar os movimentos e exercitar-se ao ar livre.

A prática de exercícios é estimulada de uma forma leve, natural e que provém benefícios psicológicos para o paciente, devido à conexão com o pet.

3- Diminui sentimentos de solidão

Muitas vezes os pacientes internados podem ter as sensações de abandono e solidão bem aflorados. Isso acontece por conta de todo o isolamento, especialmente em casos mais graves e que fragilizam ainda mais a saúde do enfermo.

Entretanto, a companhia de um amigo de quatro patas pode diminuir essa sensação, elevando a qualidade de vida do paciente.

4- Motivação e esperança sendo estimuladas

Ter a motivação em dia, estando internado, não é a coisa mais simples do mundo. A esperança também pode dar espaço para o medo, fazendo com que as sensações de prazer e felicidade praticamente sejam extintos da vida do doente.

Em contrapartida, a terapia com animais é capaz de trazer uma nova atmosfera para o sujeito internado. Há a possibilidade de criar um clima de esperança, além de motivar o paciente.

Sendo que este tipo de incentivo é imprescindível para garantir a saúde mental e, de quebra, fortalecer todo o organismo.

5- Cumplicidade e companheirismo

A terapia com animais pode melhorar a qualidade de vida do paciente a partir do momento que este encontrará no pet um verdadeiro suporte baseado em cumplicidade e companheirismo.

Terapia com animais: Uma forma de tratar com amor

Os animais podem ser uma verdadeira dose de amor diário para pessoas que sofrem de doenças graves e se mantêm internadas.

É a partir destas interações que elas podem receber um suporte emocional incrível, além de se sentirem pertencentes a este mundo.

Com isso, a motivação é trabalhada e a felicidade começa a entrar novamente na vida e na rotina dessas pessoas, auxiliando, inclusive, no aumento da imunidade.

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.