Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Como ser flexível no trabalho? Veja algumas considerações

Conseguir  ser flexível no trabalho pode mudar a sua forma de lidar com os momentos mais inesperados. Afinal, quanto mais “engessados” nós somos, maiores podem ser as frustrações e “dores de cabeça” quando algo muda da noite para o dia.

Por isso, estimular uma flexibilidade e cuidar da saúde mental são peças-chave para garantir um bom desenvolvimento corporativo. Neste conteúdo, apresentamos algumas dicas para atingir esse objetivo. Confira e inspire-se em nossas ideias.

Como ser flexível no trabalho?

Existem diversas ações que podem nos auxiliar na hora de sermos mais flexíveis no trabalho e na vida como um todo. Porém, é importante ter consciência de que não existe método infalível para isso. De forma geral, nós seres humanos somos muito apegados à zona de conforto. Por isso, é fundamental manter uma regularidade nas nossas mudanças e busca por melhorias. E isso vale, inclusive, para as ações que ajudam a ser flexível no trabalho.

Dito isso, veja as nossas considerações abaixo e lembre-se de investir naquilo que faz sentido para você, sendo mais flexível de uma forma gradativa e crescente:

1. Analise os fatores positivos por trás das situações

Quando alguma coisa inesperada acontece, muitas vezes ancoramos o nosso foco e pensamento no que é negativo. Isso pode causar uma forte aversão à mudança. Assim sendo, uma maneira de começar a ser mais flexível é mudar um pouco a perspectiva da situação.

O que se pode aprender com o que aconteceu? O que há de positivo na situação? Pensar sobre isso pode tirar aquele “peso negativo” que muitas coisas novas trazem consigo.

2. Considere elaborar um plano “B”

Cuidado com aqueles planos que só têm um caminho único e engessado para ser seguido. Começar a preparar alguns planos B, para determinadas situações, pode ajudar a aumentar a sua flexibilidade. Isso porque se algo não der certo no plano A, você não irá perder o controle de tudo, pois sabe que existem outros caminhos interessantes que podem ser explorados.

3. Estimule a sua empatia

Estimule a sua empatia sempre que possível. Ao invés de ficar zangado, logo de primeira, com uma mudança apresentada por um colega, escute-o e tente entender o ponto de vista dele. Isso pode expandir a sua forma de enxergar o mundo, ajudando-lhe a ser flexível no trabalho.

4. Alinhe as suas expectativas

Cuidado com aquelas expectativas que estão muito acima da média. Elas podem fazer com que você acabe se “cegando” a ponto de se tornar inflexível caso alguma coisa não siga o rumo que você imaginou. Pensar nos prós e contras de cada situação pode ajudar nesse momento. Afinal, nem tudo sai da forma como planejamos e sonhamos, e tudo bem! Faz parte da dinâmica da vida.

5. Seja analítico consigo mesmo: será que é só resistência à mudança?

Quando você se der conta de que está negando um novo método de trabalho ou uma nova ferramenta, seja crítico e analítico consigo mesmo: será que isso é só uma resistência à mudança? Será que realmente o novo é tão ruim, ou é a sensação de desconhecido que assusta? Pense sobre isso e tente experimentar o novo com mais frequência, pois isso pode lhe ajudar a ser flexível no trabalho e na vida.

Boa sorte!

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.