Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Segundo pesquisa, grande parte dos consumidores não conhecem os juros do rotativo do cartão de crédito

O cartão de crédito é uma opção de pagamentos bem tradicional utilizada por consumidores e, com a chegada da Black Friday, a opção deve ser ainda mais utilizada. No entanto, mesmo com a popularidade do cartão de crédito, 84% dos consumidores que o utilizaram nos últimos 12 meses não conhecem a taxa de juros cobrada no rotativo do cartão.

Os dados foram levantados pelo levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com o Sebrae. Ainda segundo a pesquisa, 75% dos consumidores brasileiros utilizaram o cartão de crédito nos últimos 12 meses e, desses, 16% relatam que parcelam as compras em sete vezes ou mais.

O presidente da CNDL, José César da Costa, alerta que a falta de controle sistemático nas compras pode expor o consumidor a surpresas desagradáveis com a chegada da fatura. “Os parcelamentos da fatura, muitas vezes sugeridos pelo próprio banco, podem parecer a solução ideal, mas também embutem taxas de juros elevadas que podem levar à inadimplência de uma dívida impagável”, destaca Costa.

Ademais, segundo dados do Banco Central (BC) a taxa de juros cobrada no rotativo total para cartões de crédito pode chegar a 20,99% ao mês e a 883,95% ao ano. Desse modo, segundo os cálculos feitos, isso demonstra que uma dívida de R$ 1.000 vira, no prazo de um ano, uma dívida de R$ 9.839,50.

Gestão de gastos no cartão de crédito

Ainda segundo levantamento feito pela CNDL, quase sete em cada dez pessoas afirmam ter controle dos gastos na fatura acessando o aplicativo com frequência. Já outras pessoas que fizeram parte da pesquisa afirmam que anotam os gastos num papel (18%), outras utilizam uma planilha no computador (15%) e outras registram os gastos em um aplicativo específico para isso (6%).

Já 2% das pessoas entrevistadas admitem que não fazem qualquer tipo de controle sobre os gastos com o cartão. Além disso, outros 13% dos entrevistados só checam a fatura ao final do mês, 8% apenas guardam comprovantes de compras e outros 8% afirmam fazer o controle “de cabeça”.

Desse modo, a consequência do uso descontrolado do cartão de crédito custa caro. A conclusão da pesquisa mostrou que 31% dos internautas que usaram cartão de crédito nos últimos 12 meses não conseguiram pagar ao menos uma parte da fatura. Desses, metade conseguiu regularizar a situação mas a outra metade está com o nome sujo.

Vantagens de utilizar o cartão

Mesmo com a atenção necessária e o perigo dos riscos de cair nos juros do rotativo do cartão de crédito, a opção de pagamentos pode ser bastante vantajosa para consumidores. O cartão de crédito permite que usuários possam comprar produtos e pagá-los de maneira parcelada e com maior intervalo de pagamento.

Sendo assim, segundo a pesquisa feita, a possibilidade de parcelamento e de fazer compras online foram citadas por 46% e 31% dos entrevistados, respectivamente. Outras vantagens do cartão de crédito citadas foram o prazo para pagamento (30%), facilitação do pagamento (27%) e a segurança, por não precisar andar com dinheiro em mãos (27%).

Avalie o Texto.

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.