Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Saúde mental e estudo remoto: Como manter o bem-estar estudando em casa

saúde mental e o estudo remoto precisam trabalhar simultaneamente, lado a lado, em uma linha tênue. Isso porque o sucesso do estudo está associado com a saúde mental do estudante, e a saúde mental também pode muito bem ser impactada pelo sucesso nos estudos.

Porém, antes de nos aprofundarmos nas dicas gerais sobre o tema, é preciso compreender que o estudo remoto não é o mesmo que o ensino a distância, pois este primeiro é um suporte, uma alternativa e um auxílio que transformou os estudos presenciais em uma forma de estudar em casa, durante a pandemia.

Com isso em mente, podemos compreender que muitos recursos podem estar escassos diante deste cenário, uma vez que o estudo remoto é emergencial, ou seja, as instituições sequer tiveram tempo de preparar todo o material didático, diferentemente do que ocorre no ensino a distância que já foi preparado para tal contexto.

Sendo assim, vamos agora ver algumas alternativas que podem auxiliar no equilíbrio da saúde mental e o estudo remoto como duas situações concomitantes. Acompanhe!

Manter a saúde mental e o estudo remoto lado a lado: Por onde começar?

A saúde mental e o estudo remoto estão relacionados e podem ser explorados de maneiras positivas ao mesmo tempo. Para isso, é necessário partir de um ponto coerente, sabendo por onde começarcomo começar. Veja os questionamentos que podem lhe ajudar neste sentido:

  • O que eu preciso estudar? Faça essa pergunta antes de simplesmente abrir um livro e começar a ler. Você precisa saber o que deve estudar em determinado mês, para assim compreender tudo que precisa ser entregue, finalizado e estruturado ao longo do tempo.
  • Quanto eu preciso estudar? Ao mapear tudo o que precisa ser estudado ao longo do mês, comece a observar quanto você precisará estudar todos os dias. Vamos supor que você tem que ler 100 páginas de um livro e você tem 10 dias para finalizá-lo, nada mais coerente do que ler e focar em cerca de 10 páginas por dia, não é mesmo? Assim você quebra o estudo em partes menores, melhorando o seu foco.
  • Quando eu preciso estudar? Entendida a quantidade de estudo, é preciso estabelecer o momento para que o estudo aconteça. Para isso, observe em qual momento do dia você se sente mais motivado e ativo. Isso poderá lhe ajudar a escolher o horário em que você está mais focado.

Elabore uma agenda estruturada, existem aplicativos para isso

Seguindo os pontos que você encontrou acima, crie uma agenda estruturada para os seus estudos. Você pode fazer isso em uma agenda física ou através de aplicativos para celular. Apenas lembre-se de seguir uma rotina regrada, com uma quantidade de estudo adequada à demanda e que lhe permita ter um descanso que lhe auxilie na memorização do conteúdo.

Saúde mental e o estudo remoto: Faça pausas inteligentes para o seu cérebro descansar

Faça pausas enquanto estiver estudando! É muito importante descansar o seu cérebro por alguns minutos, assim que você perceber que está ficando muito desfocado, entediado ou cansado.

Dessa forma, saia um pouco de dentro de casa, faça um carinho no seu pet ou prepare um bom café.

Faça trabalhos em conjunto, usando a vídeo chamada

Apesar de alguns trabalhos serem individuais, você pode recorrer à vídeo chamada para investir na saúde mental e estudo remoto de forma mais coerente. Afinal, dessa maneira você poderá discutir algumas dúvidas com colegas, levantar hipóteses e trocar experiências que poderão clarificar a sua mente.

Além disso, você mantém o contato social que é tão importante para garantir o desenvolvimento saudável durante todo o seu curso.

Evite a procrastinação dividindo as tarefas

A procrastinação também um problema que impacta – e muito – a saúde mental e o estudo remoto. Isso porque essa sensação de “depois eu faço” pode desencadear um acúmulo de tarefas que geram estresse, ansiedade, frustração, etc.

Por isso, busque dividir as tarefas em metas menores, seguindo as dicas que demos no primeiro tópico. Assim você vai construindo os resultados aos poucos, e não se sobrecarrega com uma quantidade imensa de conteúdos para estudar.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.