Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Quando é necessário ter um contador?

Saiba qual o momento de contratar este profissional

O serviço de contabilidade de um negócio, em geral, é responsável por realizar o cálculo de todos os encargos cobrados pelo Estado. Isso vai desde o nível municipal até o federal, bem como o cumprimento das obrigações tributárias e a manutenção dos livros contábeis da empresa. Além disso, essas tarefas podem se misturar com as funções de uma consultoria, resultando em um planejamento tributário minucioso. Com isso, surge a dúvida de quando é necessário ter um contador administrando o seu negócio. E é sobre isso que falaremos.

Quando ter um contador -- Reprodução Canva
Quando ter um contador — Reprodução Canva

Empreender no Brasil não é fácil, mesmo que nos últimos anos tenham tido muitos avanços no mercado financeiro que terminam por beneficiar os investidores. Entretanto, a questão principal é que é preciso ter uma educação financeira de excelência e contínua. Assim, isso vai gerir as transações empresariais de maneira eficiente, resolutiva e sem auxílio de um profissional formado de conhecimento aprofundado na área. Infelizmente, isso não representa a realidade do contexto corporativo do país.

Abertura formal do negócio 

É a principal situação de quando é necessário ter um contador auxiliando as suas questões fiscais. O início de um negócio sempre requer uma gestão com mais atenção aos detalhes. E isso vale, principalmente, no que diz respeito a fatores burocráticos que podem atrasar a implantação efetiva da sede ou da unidade. Por isso, um conhecimento mais aprofundado do funcionamento tributário do país vem a ser necessário nesse momento em específico.

Nesse contexto, então, existem várias tarifas que precisam ser pagas para que o estabelecimento seja aberto dentro dos termos legais. Geralmente essas taxas são variáveis e irão depender do tipo e do valor do negócio que está sendo aberto. Assim, isso costuma ser negociável com um bom serviço de contabilidade. Ainda, a volatilidade pode ocorrer de acordo com a localidade escolhida, porque, mesmo que exista um sistema tributário federal, alguns municípios conseguem ter autonomia para exigir percentuais próprios.

Emissão e entrega das obrigações acessórias

Aqui é o momento em que a empresa já está em funcionamento e, por consequência, adquiriu inúmeros afazeres burocráticos relacionados às suas finanças. Nesse caso, o contador realiza todas as funções associadas ao eSocial, EFD Reinf, emissão de notas e todo o SPED, que são obrigações legais que o empresário precisa prestar para os seus sócios, funcionários, clientes e para o Estado.

O SPED é o Sistema Público de Escrituração Digital e se constitui de um conjunto de documentos fiscais de interesse da Receita Federal do Brasil. Esses papéis contam com os registros que comprovam a apuração de impostos referentes às operações e os serviços prestados pelo contribuinte em questão. Aqui, no caso, é a empresa propriamente dita. Assim, os serviços contábeis são importantes para disponibilizar profissionais especializados no funcionamento desse sistema e em modos de fazê-lo trabalhar a seu favor.

A regularidade da escrituração digital é importante para manter um bom controle gerencial da sede, pois os impostos podem acabar sendo apurados de maneira incorreta. Assim, é essencial que haja um trabalhador com domínio e dedicação exclusiva na supervisão do cadastramento dos produtos e no controle de estoque para realizar o levantamento final dos tributos associados.

Assessoria Trabalhista e Previdenciária Mensal

Os impactos negativos de um mau assessoramento desse aspecto empresarial é o que evidencia com mais clareza quando se é necessário ter um contador atuando no seu negócio. A Assessoria Trabalhista e Previdenciária Mensal é um recurso que permite uma visão mais aprofundada da rotina trabalhista da empresa. Dessa forma, se pode eliminar os riscos decorrentes de prejuízos tanto para o empregador quanto para os funcionários contratados.

Sendo assim,  é o profissional de contabilidade que fornece as informações corretas e organizadas, para que essa movimentação do trabalhador possa ser avaliada adequadamente. No caso, são analisados: a admissão, o desligamento, as mudanças de cargo, entre outros. Assim, o serviço de registro, de programação e de apuração dos dados referentes a esses fluxos se mantém regularizado e livre de quaisquer riscos associados.

Dessa forma, obviamente, os impactos no planejamento financeiro se tornam irrisórios e a competitividade do negócio permanece estável. Ainda, a viabilidade do negócio é preservada, pois todos estes necessitam de uma boa harmonia na lotação dos funcionários, afinal, é o grupo de pessoas responsável por colocar em prática todas as estratégias criadas pela mente da empresa, nesse caso, o próprio investidor, juntamente com seus possíveis sócios.

Por fim, agora você já sabe da importância que o profissional de contabilidade tem para fazer o seu negócio dar certo. Sendo assim, lembre deste artigo quando resolver contratar um contador pra a sua empresa!

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.