Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Quais as consequências do excesso de trabalho?

As consequências do excesso de trabalho, normalmente, não são sentidas de um dia para o outro. Ou seja, se você trabalhar excessivamente, uma ou duas vezes, é provável que não sinta impactos negativos disso. Mas, quando esse trabalho excessivo se torna constante, o seu corpo e a sua mente podem sofrer com isso.

Pensando nesse cenário, trouxemos uma lista com algumas das consequências que o excesso de trabalho pode provocar na saúde de uma pessoa. Acompanhe e fique por dentro.

Quais as consequências do excesso de trabalho?

O excesso de trabalho tende a ser, muitas vezes, bem silencioso. Isso quer dizer que nem sempre nos daremos conta de que estamos trabalhando de maneira exagerada.

Por isso, é importante ficarmos atentos ao nosso cotidiano, nossa saúde e os sinais que a mente e o corpo nos dão. Dessa maneira poderemos lidar melhor com a rotina de trabalho e assim encontrar um equilíbrio em nossas atividades cotidianas.

Portanto, veja agora algumas das consequências do excesso de trabalho e analise se este é o seu caso:

1- Distúrbios do sono causados pela preocupação em excesso

A preocupação em excesso é um dos grandes sinais de que estamos trabalhando demais.

Ela aparece nos momentos mais diversos, inclusive naqueles em que deveríamos estar com a nossa mente livre, descansando e se divertindo.

À medida que ela se torna frequente, essa preocupação pode impactar no nosso sono e em nosso descanso. Nossas noites passam a ser mal dormidas, desencadeando uma série de outros problemas.

2- Estresse frequente e intenso

O estresse é frequente na sua rotina? Então fique atento, pois ele pode ser uma das consequências do excesso de trabalho!

Embora o estresse seja bastante comum em um dia cheio de trabalho, quando ele se torna frequente demais e muito intenso, é preciso ficar alerta.

Analise se as suas crises de pico de estresse são pontuais ou algo recorrente.

3- Problemas de saúde física – dor de cabeça, dor no corpo, cansaço excessivo

Sentir muita dor de cabeça, no corpo, cansaço ou problemas digestivos sem causa aparente, ou seja, sem causa fisiológica, pode ser uma das consequências do excesso de trabalho.

Isso porque quando não falamos o que sentimos e quando sobrecarregamos a nossa rotina, tendemos a sentir os reflexos disso no corpo.

4- Perda de produtividade

A produtividade também cai quando o excesso de trabalho aparece. Até porque, convenhamos, como se manter produtivo diante de uma rotina que abusa de nós? Pois é!

Por isso, não adianta querer encher a agenda de atividades para parecer produtivo. Afinal, se você está sempre ocupado, é porque não é produtivo – mas sim, desorganizado. Pense nisso!

5- Baixa qualidade de vida

A qualidade de vida, como um todo, também tende a diminuir. Isso porque o sono é afetado, a saúde mental, o bem-estar físico, a produtividade, enfim! Muitas áreas acabam sendo impactadas.

E justamente por essas e outras consequências que o excesso de trabalho pode ser extremamente prejudicial para a saúde. Evite-o, organize-se e tenha mais qualidade de vida no trabalho!

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.