Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Estresse no trabalho: Como lidar com os picos de estresse?

Infelizmente, o estresse no trabalho é uma realidade de milhares e até mesmo de milhões de pessoas. Rotinas sobrecarregadas, prazos curtíssimos e demandas que esgotam são capazes de impactar diretamente na qualidade de vida do trabalhador.

Mas como lidar com tudo isso? O que fazer para não deixar o estresse lhe dominar? Veja as nossas dicas e comece a cuidar da sua saúde mental.

Entenda as fontes de estresse no trabalho

O primeiro passo para lidar com o  estresse no trabalho é justamente reconhecer as maiores fontes.

Quando você consegue visualizar quais situações lhe deixam mais vulnerável, automaticamente aprende a se preparar de uma forma mais interessante.

Por exemplo, se você sente um pico de estresse nos dias que antecedem a entrega de um relatório, comece a planejar a entrega com uma antecedência ainda maior. Revise com calma e sempre mentalize todo o processo que você seguiu para criar um relatório consistente.

Reconhecer os momentos que mais geram estresse impedem que você seja “pego de surpresa”.

Saiba canalizar os momentos mais estressantes

Normalmente, quando estamos diante de uma situação estressante passamos a focar apenas em tudo que está ruim.

Isso vai minando os nossos pensamentos e nos descarregando em sensações físicas de esgotamento, cansaço, dores, etc.

Por isso, é importante aprender a canalizar estas sensações sempre que estiver diante delas. Por exemplo, se você está com um pico de estresse porque um contrato não foi fechado da forma que deveria, tente se sentar, beber uma água e pensar em como isso poderá ser resolvido com o passar do tempo.

Descarregue a energia falando em voz alta o que deu errado e fazendo um check-list do que pode ser feito para contornar a situação.

Lembre-se de não tomar decisões na hora do estresse, e use atributos já aprendidos para lidar com o problema. Neste caso, considere momentos do passado em que você sentiu determinado estresse e lembre-se do quanto você foi capaz de superá-lo.

Da mesma forma, a canalização também tem relação com o fato de não reprimir um sentimento. Deixe-o vir à tona, sinta-o e tente entender o que ele tem a dizer para você. Mas nunca tente reprimi-lo! Acredite, pode piorar ainda mais a situação.

Tenha em mente os seus limites pessoais

Sempre considere ter em mente os seus limites pessoais. Saiba que muitas coisas podem dar errado, mas que nem sempre este “errado” tem a ver com você.

Afinal, pode ser que o problema surja em outro setor do seu trabalho e, embora você tenha que lidar com a situação, a culpa não é sua.

Tente não absorver tudo para si. E além disso, saiba que nem sempre você terá um resultado perfeito. Até porque a perfeição não existe e, por isso, esteja preparado para os desafios.

Portanto, procure não criar expectativas demasiadas que possam gerar frustrações e fontes de estresse no trabalho.

Use os atributos da sua equipe para diminuir o estresse no trabalho

A sua equipe pode ser uma ótima fonte de suporte. Ela poderá receber tarefas que você precisa delegar, criando uma rotina mais leve e saudável para você.

Evite querer fazer tudo sozinho. Ninguém consegue trabalhar completamente só! E os que tentam vivem crises de estresse diariamente.

Faça psicoterapia para reconhecer novas possibilidades

A psicoterapia também pode ser uma ótima aliada no processo de reequilíbrio da saúde mental. Com a terapia é possível conhecer seus limites e qualidades, além de saber trabalhar os sentimentos de frustração e estresse.

Lembre-se que você não está sozinho e não precisa absorver tudo para si. Dê uma chance de canalizar o estresse no trabalho e saiba usar ferramentas que tornem a sua vida mais feliz e leve.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.