Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4/5 - (4 votes)

Prorrogação do auxílio emergencial pode ser confirmada até novembro

Há muitos aspectos que podem influenciar o engavetamento do Auxílio Brasil. Além das questões de financiamento do programa, o prazo para que seja implementado está se encerrando.

O Governo Federal pode prorrogar o Auxílio Emergencial até 2022 caso não consiga lançar o Auxílio Brasil em novembro. A questão é que o programa será encerrado em breve e não há confirmação da implementação do novo Bolsa Família. A equipe técnica está encontrando dificuldades em encaixar o orçamento do novo projeto.

Veja também: Auxílio emergencial 2021: Outubro terá mais 3 lotes da 6ª parcela

Nova prorrogação do Auxílio Emergencial

Há muitos aspectos que podem influenciar o engavetamento do Auxílio Brasil. Além das questões de financiamento do programa, o prazo para que seja implementado está se encerrando. Isso porque 2022 será um ano eleitoral e por lei, não pode ocorrer lançamento de nenhuma política pública. Neste sentido, parte dos representantes do Governo já apoiam a renovação do Auxílio Emergencial.

Sendo assim, a equipe técnica do Governo pode declarar mais uma vez o estado de Calamidade Pública. A ação permitiria uma nova rodada para o programa emergencial, uma vez que recursos seriam disponibilizados fora do teto de gastos da União. A justificativa seria os impactos causados pela pandemia decorrente da Covid-19.

Todavia, para o ministro da Economia, Paulo Guedes, apelar pela publicação da cláusula de calamidade alegando a contenção da pandemia do coronavírus não é a ação ideal, pois reforçaria a instabilidade econômica do país.

Última parcela do Auxílio Emergencial

Em meio a tantas discussões, a Caixa Econômica Federal prossegue com os pagamentos das últimas parcelas do Auxílio Emergencial. Atualmente a instituição está convocando os beneficiários a retirarem o benefício da sexta parcela em espécie.

A partir da próxima semana, o pagamento da sétima parcela do programa começará. A expectativa é que o grupo do Bolsa Família passe a receber o abono primeiro, logo após, os demais segurados. Contudo, cabe salientar que o Governo precisa tomar uma decisão o quanto antes para que a população carente não fique desamparada.

4/5 - (4 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.