Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Preço da carne pode cair com embargo da China; saiba quanto

O preço da carne no Brasil pode cair, após sucessivos aumentos nos últimos meses. Isso porque foi confirmado dois casos de Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB) no país, conhecida entre as pessoas como vaca louca.

Entenda a situação abaixo numa série de perguntas e repostas.

Porque o preço da carne pode cair? Qual o valor?

Com o embargo de exportações de carne para China haverá aumento da oferta, o preço da carne deve cair devido ao aumento do produto no mercado interno. Essa é a lógica do mercado e da lei de oferta e demanda.

O valor que deve custar a carne? Ainda não é possível avaliar quanto de fato, mas na Bolsa de Valores o preço da arroba (15kg) do boi gordo recuou 4,38% , atingindo R$ 296,95.

Isso é explicado pelas informações da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec) –  já foram exportados US$ 3,545 bilhões de carne bovina para a China somente neste ano. Porém, mesmo assim, analistas do mercado avaliam que é cedo para analisar o caso e prever o que de fato vai acontecer.

A situação é grave?

De acordo com informações Ministério da Agricultura, não totalmente. Os casos confirmado de vaca louca são atípicos, ou seja, não há contaminação.

Os dois casos foram confirmados neste sábado (04), um no frigorifico  de Belo Horizonte (MG) e  outro em Nova Canaã do Norte (MT). Ainda não há confirmações de novos casos, por enquanto.

Se haverá novas avaliações ainda não se sabe.

Se não há contaminação, porque as exportações foram suspensas?

De acordo com Ministério da Agricultura as exportações para China foram suspensas devido ao protocolo sanitário estabelecido entre a China e o Brasil. Nestas regras, o país asiático deve analisaras informações enviadas e decidir quando a exportação deve voltar a acontecer.

Há previsão para retorno das exportações para China? 

Não exatamente, isso porque o governo chinês deve avaliar todas as informações repassadas até agora pelo Brasil. Se está avaliação será rápida ou se mais informações serão solicitadas não é possível prever.

Enquanto isso, o mercado interno do Brasil poderá contar com a redução dos preços. Se o embargo se estender, não se sabe até qual valor a venda da carne do Brasil poderá chegar.

A tendência de exportação da carne bovina tem sido frequente no país, principalmente pela desvalorização da moeda. Em outras palavras, vender para outros países pode ser mais vantajoso financeiramente.

Além disso, o preço de itens como o milho e a soja também tem tornado mais caro as rações dadas para os bois, o que tem encarecido a carne também.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.