Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Poupança e Seus Objetivos Financeiros

Clareza financeira e a viabilização da poupança 

É importante que você tenha clareza sobre seus objetivos para viabilizar um planejamento financeiro, e, posteriormente, elaborar uma poupança para suas objetividades diversas.

Por isso, inicialmente a poupança pode ser apenas para a reserva de emergência. No entanto, com o passar do tempo você pode direcioná-la para objetivos específicos. Bem como, você pode procurar diversificar investimentos referentes a reserva de emergência, trocando a poupança por opções mais rentáveis. 

No entanto, antes de pensar em investir é necessário que você organize suas finanças atualmente, considerando o seu nível de endividamento, seus objetivos e o quanto você guarda.

Custos fixos e variáveis 

Primeiramente, você deve separar os que são seus custos fixos, aqueles inerentes à sua sobrevivência, como as contas de consumo relacionadas à água, energia elétrica, telefone, internet, plano de saúde etc.

Posteriormente, você tem que verificar os outros custos, aqueles que são variáveis. Sendo assim, são compras que você faz periodicamente ou sazonalmente. Bem como, podem ser aquisições que você pode postergar.

Dessa forma, você pode verificar o que pode ser realmente economizado. Além disso, é importante que você foque no hábito de guardar dinheiro.

Poupar é hábito 

 Muitas pessoas não possuem uma poupança alegando que precisam ganhar mais para guardar, pois o que ganham no momento é suficiente apenas para pagar as contas.

No entanto, a poupança tem muito mais a ver com seu hábito do que com o valor que você recebe. Já que a tendência desse comportamento é que quanto mais você ganhar, mais você gaste.

Por isso, não espere sobrar dinheiro para poder guardar, isso pode ser uma auto ilusão, o que você precisa é focar em uma mudança de hábitos.

O desafio das pequenas mudanças 

No entanto, pode ser um desafio mudar seus hábitos financeiros. Direcione um valor, ainda que seja irrisório aos seus próprios olhos. Dessa maneira, guardar uma porcentagem muito pequena de seu dinheiro pode alimentar novos hábitos. 

Pois, ao focar no hábito, naturalmente com o passar do tempo, quando a situação financeira melhorar, você passará a guardar mais dinheiro de forma orgânica. Por isso não se cobre exatamente um valor ou um percentual, embora seja interessante caso você possa direcionar uma porcentagem fixa para a poupança.

No entanto, não deixe de fazê-lo. Pois, alimentar esse hábito pode tornar a sua vida financeira mais estabilizada.  Posteriormente, você poderá direcionar um valor fixo para uma reserva de emergência. Portanto, tudo começa na clareza dos seus objetivos para que crie novos direcionamentos financeiros, inclusive, a elaboração da poupança.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.