Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Poupança e planejamento financeiro: resolução em longo prazo

É possível viabilizar uma poupança através de um planejamento financeiro pessoal e obter uma resolução em longo prazo. Veja dicas relevantes!

Para muitas pessoas a realização de um planejamento financeiro pessoal e, por conseguinte, uma poupança, pode ser um desafio, principalmente para quem se encontra em uma situação de endividamento.

Entretanto, é completamente possível que você elabore um planejamento financeiro pessoal e consiga viabilizar uma poupança, ainda que seja algo perceptível apenas em longo prazo.

Tenha clareza sobre seus objetivos para direcionar a poupança 

Para isso você deve considerar alguns fatores inerentes à sua situação atual e ter clareza sobre quais são as suas metas. Por isso, sugerimos que você realize uma espécie de mapeamento financeiro no qual você deve separar os seus custos variáveis e seus custos fixos.

Ferramentas de gestão e apps

É possível que você facilite esse tipo de controle utilizando ferramentas de gestão como o sistema Trello e aplicativos de finanças pessoais, já que são facilidades para o direcionamento de vários tipos de planejamentos.

Além disso, é muito importante que você separe suas metas em prazo curto, médio e longo. Lembre-se de que suas metas pessoais devem fazer sentido apenas para você, por isso, não tenha nenhum objetivo como muito simples ou imensurável.

Objetivo planejado

É muito importante que você coloque o seu objetivo dentro do seu plano para que você alcance todas as metas, ainda que você ache que se trata de algo muito simples.

Dessa forma você irá alimentar um novo hábito. Sendo assim, é muito importante que você verifique em sua rotina quais são os hábitos que você pode modificar.

Trocas financeiras

Por exemplo, ao realizar trocas financeiramente viáveis você pode direcionar valores economizados para uma poupança. Sendo assim, você irá alimentar o hábito de poupar, como o cartão de crédito sem anuidade, que pode ser inserido na sua rotina como uma troca ao mesmo produto financeiro com tarifas.

Dessa forma, você direciona os valores que seriam referentes às tarifas para a sua poupança, ainda que você ache que os valores irrisórios. Pois, o mais importante no começo do seu planejamento é que você crie um hábito de guardar qualquer valor economizado.

Resolução em longo prazo

Dessa forma, com o passar do tempo você poderá direcionar valores cada vez mais fixos e elevados para essa finalidade. Por isso, é muito importante que você considere as suas atitudes em curto prazo para que você possa projetar os seus objetivos maiores.

Assim sendo, você irá criar um novo caminho de modelo mental que será resolutivo para que você modifique o seu relacionamento com o dinheiro para além da sua situação orçamentária atual.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.