Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Pix: solução de pagamento instantâneo

Entenda detalhes sobre o Pix e as razões pelas quais essa é uma ferramenta inovadora no mercado financeiro. Veja mais informações importantes!

Pix – entenda melhor essa inovação dos meios de pagamento

?O Pix é a solução de pagamento instantâneo, criada e gerida pelo Banco Central do Brasil (BC). Conforme definição do próprio BC, o Pix proporciona a realização de transferências e de pagamentos. O Pix é concluído em poucos segundos, inclusive em relação à disponibilização dos recursos para o recebedor.

Um meio de pagamento diferenciado

O Pix é um meio de pagamento assim como boleto, TED, DOC, transferências entre contas de uma mesma instituição e cartões de pagamento (débito, crédito e pré-pago). 

Assim sendo, o que difere o Pix, é que o Pix permite que qualquer tipo de transferência e de pagamento seja realizada em qualquer dia, incluindo fins de semana e feriados, e em qualquer momento, sem precisar aguardar determinado horário.

Como ocorre o acesso ao Pix?

O acesso ao Pix ocorre exclusivamente pelos canais de atendimento das instituições financeiras e de pagamento (celular, internet banking, agências, caixas eletrônicos) ou nos correspondentes bancários, como lotéricas, por exemplo. O BC informa que o Pix é um meio de pagamento disponibilizado por esses prestadores de serviço.

Para as pessoas físicas, as instituições são obrigadas a disponibilizar o Pix por meio de aplicativo móvel.

Já para as pessoas jurídicas, o Pix deve ser disponibilizado por meio do principal canal digital, ou alternativamente, por outro canal, desde que haja acordo expresso entre o participante e o usuário pessoa jurídica, informa o BC.

Tenha cuidado com golpes 

No entanto, tenha a certeza de que está acessando um dos canais autorizados pelo seu banco ou instituição. Não acesse links de sites falsos, visto que são muitos os golpes aplicados em nome do Pix.

Adicionalmente, o Pix pode ser iniciado por aplicativos ou lojas virtuais que utilizem o serviço de iniciação. Nesses casos, o consumidor deve dar o seu consentimento para a iniciação da transação, sendo automaticamente redirecionado para o ambiente da instituição na qual mantém conta para fazer a autenticação da transação, usando os mecanismos usuais como senha, biometria ou reconhecimento facial. 

Ferramenta desenvolvida para ser segura e dinâmica 

O BC reforça a preocupação com a segurança do Pix. Sendo assim, a segurança faz parte do desenho do Pix desde seu princípio, e é priorizada em todos os aspectos do ecossistema, inclusive em relação às transações, às informações pessoais e ao combate à fraude e lavagem de dinheiro. 

Dessa forma, os requisitos de disponibilidade, confidencialidade, integridade e autenticidade das informações foram cuidadosamente estudados e diversos controles foram implantados para garantir alto nível de segurança, garante o Banco Central do Brasil.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.