Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Pix: rapidez, segurança e novos produtos

O Pix é o pagamento instantâneo brasileiro que promete rapidez e segurança. Confira informações do Banco Central!

Conforme definição oficial do Banco Central do Brasil, o Pix é o pagamento instantâneo brasileiro, sendo o meio de pagamento criado e gerido pelo Banco Central (BC) em que os recursos são transferidos entre contas em poucos segundos, a qualquer momento. Por isso, o BC define o Pix como uma ferramenta prática e segura. 

Pix: um meio de pagamento prático, seguro e rápido

De acordo com as informações do BC, para realizar um pagamento através do Pix, o usuário pode ler um QR Code com a câmera do seu celular na opção de fazer um Pix no aplicativo da sua instituição financeira ou de pagamento. 

Além disso, o Banco Central reforça que o Pix é um meio de pagamento, assim como boleto, TED, DOC, transferências entre contas de uma mesma instituição e cartões de pagamento.

Entretanto, conforme informa o BC, a diferença é que o Pix permite que qualquer tipo de transferência e de pagamento seja realizada em qualquer dia, incluindo fins de semana e feriados, e em qualquer momento, o que não ocorre com os demais meios de pagamento.

LGPD

Conforme informação oficial do Banco Central, as informações pessoais trafegadas nas transações Pix, assim como nas transações de TEDs e DOCs, estão protegidas pelo sigilo bancário, de que trata a Lei Complementar nº 105, e pelas disposições da Lei Geral de Proteção de Dados.

Sendo assim, as mesmas medidas de segurança, tais como formas de autenticação e criptografia, são adotadas pelas instituições para o tratamento das transações via Pix, informa o BC.

Como realizar uma transação via Pix?

Assim sendo, para realizar um pagamento via Pix, você pode ler um QR Code com a câmera do seu smartphone, na opção de fazer um Pix no aplicativo da sua instituição financeira ou de pagamento.

Já no que diz respeito à opção “Pix Copia e Cola”, basta que você “cole” o código relacionado ao QR Code. O BC informa que essa opção é viável para quando você está usando o seu celular e não pode fazer a leitura do QR code pela câmera. Essa opção também pode ser usada no internet banking. 

Quem vai oferecer os novos produtos?

Conforme informa o BC, os produtos Pix serão oferecidos pelas instituições financeiras e instituições de pagamento participantes por meio da rede própria de ATM (caixa eletrônico). Bem como, por agente de saque, que são as entidades que ofertam rede independente de ATM (caixa eletrônico compartilhado por mais de uma instituição).

Pix Saque e o Pix Troco 

Além disso, os produtos Pix serão oferecidos por estabelecimentos comerciais. Conforme informa o BC, o Pix Saque pode ser ofertado por qualquer uma das pessoas jurídicas mencionadas, enquanto o Pix Troco pode ser oferecido por estabelecimentos comerciais. O Pix Saque e o Pix Troco estão previstos para entrarem em operação em novembro deste ano (2021). 

O BC ainda implementa melhorias no Pix, conforme agenda divulgada pelo Banco Central do Brasil. Sendo assim, há mais inovações previstas para a ferramenta. 

5/5 - (1 vote)

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.