Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

PIX passa a ser utilizado para pagamento de impostos e tributos

O PIX, sistema de transferências instantâneas desenvolvido pelo Banco Central, aos poucos está sendo utilizado para pagamento de impostos e tributos. Deste modo, o sistema já supera as formas tradicionais de transferências de valores, como boletos, DOC e TED, passando a incorporar novos meios de pagamentos.

A expectativa é de que várias cidades do Paraná passem a utilizar o PIX para pagamento de impostos e tributos. Deste modo, algumas dessas cidades são a Lapa e Marechal Cândido Rondon, porém, apesar da expectativa, é provável que a adesão ainda leve algum tempo para ser feita completamente.

O secretário de Fazenda de Marechal Cândido Rondon, Carmelo Daroch, comentou sobre a adesão. Segundo o secretário, o processo de adoção dos pagamentos instantâneos de impostos foi facilitado porque a empresa que presta os serviços de tecnologia da informação para a Prefeitura já tinha experiência anterior em outros municípios de Santa Catarina.

Ademais, Daronch também comentou que uma dessas facilidades trazidas pelo sistema PIX, foi permitir a possibilidade de pagamento dos impostos a partir de qualquer instituição bancária, de maneira instantânea.

Facilidade de realizar pagamentos por meio do PIX

Como comentou o secretário da Fazenda, o PIX facilita a vida dos contribuintes na hora de pagar os impostos. Isto porque com o sistema tradicional de quitação de tributos, havia a possibilidade de que alguns pagamentos não fossem realizados por incompatibilidade entre o banco do contribuinte e o sistema utilizado pela prefeitura

“Muitas vezes acontecia de o banco do contribuinte não conseguir processar o pagamento das guias da prefeitura por meio do código de barras, porque a prefeitura não tem convênio de pagamento com todos os bancos. Com o PIX, a pessoa pode ter sua conta em qualquer instituição bancária e consegue fazer esse mesmo pagamento sem custo nenhum”, explicou o secretário.

Ademais, segundo Daronch, a mudança trouxe benefícios não só para os contribuintes mas também para a prefeitura. “Para a administração, fica mais fácil de receber porque com o PIX acaba aquela história de ‘ah, não passou o código de barras, não deu para pagar porque passou do horário’”.

Por fim, o secretário ainda completou a fala: “Não precisa imprimir nada, é só ler o QR code e fazer o pagamento, que é processado na hora. Dá para fazer de casa, do trabalho, de qualquer lugar. É mais rápido e mais fácil”, disse. Deste modo, o sistema PIX acaba por

facilitar a maneira como os impostos são cobrados.

Sistema é incorporado para pagamento de IPTU na Lapa

Para os cidadãos do município de Lapa, o PIX deve ser a única forma de pagamento de IPTU no ano de 2022. Isso porque, segundo a secretária municipal de Fazenda, Maria Genoveva Portes Leke Maciel, o sistema é capaz de trazer uma economia de cerca de R$ 15 mil aos cofres públicos. Dinheiro que deixará de ser gasto com a impressão e o envio

dos boletos pelos Correios.

Assim como na cidade de Marechal Cândido Rondon, a opção de pagamentos via PIX começou a ser oferecida em abril para os moradores de Lapa. “No nosso sistema é possível diferenciar o que entra nos cofres públicos por boleto ou por PIX Nossas estimativas mostram que cerca de 10% dos pagamentos já estão sendo feitos por modo eletrônico, já representa uma parcela importante dos nossos recebimentos”, explicou a secretária.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.