Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Pandemia: Especialista relata aumento de reforço da matemática nos primeiros anos escolares

A pedagoga Janaina Vece, que também é fundadora da empresa Edumaped que oferta especialização e capacitação para profissionais da pedagogia na área de conhecimento da matemática

A Matemática sempre foi uma das disciplinas mais desafiadoras no ensino escolar e com a chegada da pandemia do novo coronavírus e as medidas de segurança como o fechamento das escolas de maneira presencial, acabaram agravando a situação no período. 

Por conta disso, naturalmente surgiu uma necessidade natural de reforços na matéria. De acordo com a pedagoga Janaina Vece, muitas dificuldades surgem por causa do ambiente familiar. 

“É muito comum, desde cedo, as crianças ouvirem que o estudo começa a ficar difícil quando a Matemática entrar na grade curricular. Essa é uma questão cultural, as crianças estão acostumadas a crescer com esse desafio pela frente. Em outros casos, ter uma criança que saiba muito sobre a matéria é motivo de espanto, o que deveria ser algo normal” afirma a pedagoga.

Reforço de Matemática e apoio familiar

A fundadora da Edumaped, Janaina Vece, também revela que o objetivo principal da companhia é a capacitação de outros pedagogos para o ensino de Matemática de maneira leve e facilidade a compreensão por parte dos estudantes. 

Além disso, para a especialista o aumento das aulas de reforço demonstram a necessidade de uma rede de apoio entre a família e a unidade escolar, promovendo a segurança necessária para o aprendizado da matemática de maneira satisfatória. 

“ Assim como as crianças passam pelo processo de alfabetização, onde cada conquista é comemorada, aprender a Matemática não deve ser diferente! Esse processo precisa ser construído dia após dia com nossas crianças. Só assim teremos um futuro diferente nas próximas gerações” finaliza Janaína.

E então, gostou da matéria? Compartilhe com quem precisa saber disso!

Não deixe de ler também – Auxílio emergencial: apenas 1% dos usuários usam dinheiro como renda extra

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.