Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Pagamento da 2ª parcela do 13º salário começou; veja como receber

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começou a distribuir a segunda parcela da antecipação do 13º salário nesta quinta-feira (24). Isso significa que os aposentados e pensionistas devem ficar atentos a quantia a mais depositada junta ao seu benefício mensal.

Valor do 13º do INSS

A quantia liberada pelo INSS varia de acordo com a categoria do benefício do segurado. Desta forma, aqueles que recebem um salário mínimo, já receberam 50% do 13º salário em maio e devem ganhar os outros 50% neste mês.

Já aqueles que recebem da Previdência um benefício próximo ao teto do INSS (R$ 6.444), em maio também receberam a metade do valor do seu 13º e, em junho, caso sejam contribuintes do IRPF, devem ter o pagamento descontado conforme as taxas da Receita Federal.

Segurados que recebem o 13º do INSS

De modo geral, recebem o salário natalino todos os segurados que recebem benefício fixos pelo instituto. Sendo assim, todos os tipos de pensões e aposentadorias estão inclusos, além dos atendidos pelo salário maternidade e pelo auxílio doença. Confira:

  • Auxílio-doença;
  • Auxílio-acidente;
  • Aposentadoria;
  • Pensão por morte;
  • Auxílio-reclusão;
  • Salário-maternidade.

Lembrando que os beneficiários que recebem o BPC, por lei, não têm direito ao pagamento do 13º salário. Embora o benefício conceda um salário fixo de R$ 1.100 (piso nacional), a legislação não permite a concessão do salário natalino, uma vez que há limitação orçamentária.

Saque do 13º do INSS

Os cidadãos que recebem o 13º salário pelo INSS têm o benefício depositado na conta bancária cadastrada em sua base de dados. Neste sentido, o segurado deve resgatar o salário extra na mesma instituição que recebe o pagamento regular.

Calendário de pagamentos da segunda parcela do 13º salário

Benefício no valor de um salário mínimo

Dígito final2ª parcela – Junho
124 de junho
225 de junho
328 de junho
429 de junho
530 de junho
601 de julho
702 de julho
805 de julho
906 de julho
007 de julho

Benefício superior a um salário mínimo

Dígito final2ª parcela – Junho
1 e 601 de julho
2 e 702 de julho
3 e 804 de julho
4 e 906 de julho
5 e 007 de julho

Veja também: Pente fino do INSS: Confira quem vai passar pela revisão

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.