Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio emergencial 2021: Guedes confirma prorrogação com TRÊS parcelas

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o auxílio emergencial será prorrogado por mais três meses. No entanto, a medida ainda deve ser anunciada pelo presidente da república, Jair Bolsonaro.

De acordo com o líder da equipe de econômica, já foram realizadas análises para verificar o orçamento público para viabilizar a extensão dos principais programas de contenção da pandemia da Covid-19.

Além do auxílio emergencial, Paulo Guedes informou que o Programa de manutenção do emprego (BEm), também será mantido.

“Renovamos os programas bem sucedidos. Renovamos o BEm (programa de manutenção do emprego), renovamos o auxílio emergencial. Isso vai até agora, 31 de julho. O presidente deve anunciar, talvez ainda nesta semana, mais três meses de auxílio emergencial. Da mesma forma, vamos anunciar o BIP e o BIQ“, disse o ministro em reunião com industriais.

Aprovação pelo presidente e pelo STF

Ainda, de acordo com Guedes, a pasta deve passar pela aprovação no Supremo Tribunal Federal e pelo Congresso Nacional. A expectativa é que Bolsonaro se pronuncie a respeito no decorrer da próxima semana.

Vale ressaltar que até o momento não há informações se as regras de concessão do benefício serão alteradas. Todavia, a medida deve permanecer seguindo os critérios atuais do programa.

Recebimento do auxílio emergencial em 2021

Este ano, o Governo fez grandes alterações nos requisitos de elegibilidade ao auxílio emergencial. Então, para ter acesso ao benefício é preciso:

  • Ser trabalhador informal; ou
  • Beneficiário do Bolsa Família;
  • Ter renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 3.300);
  • Ter renda familiar per capita mensal de até meio salário mínimo (R$ 550);
  • Ter recebido o auxílio emergencial no ano passado.

No que se refere aos valores concedidos no atual programa, recebem:

  • R$ 150, as pessoas que moram sozinhas;
  • R$ 250, as famílias compostas por dois ou mais integrantes; e
  • R$ 375, as famílias monoparentais chefiadas pela mãe.

Veja também: Auxílio emergencial: veja o calendário da 3ª parcela e antecipação da 4ª

12 Comentários
  1. Adilson Diz

    O auxílio emergencial deveria ser 1000 reais pra todos não a porcaria de 150.se ficar nisso vai morrer muitas muitas mesmo pessoas de fome sem poder trabalhar. Com os aumentos das carestia tudo subindo todas as horas. Gais seja ou qual for comida seja ao qual for luz elétrica. Todas as coisas já estar aumentando fora do normal. Só não aumenta ou auxilio do povo brasileiro. Não dar emprego as pessoas

  2. Jp Diz

    Péssimo esse auxílio uns tem direto ao benefício outros não estou desempregado sem nenhuma fonte de renda moro sozinho e não consegui ser aprovado para receber nenhuma parcela muito revoltante

  3. EDSON ALVES PEREIRA Diz

    Eu quero saber porque o meu auxilio foi cancelado estou desempregado eu recebi o ano passado esse ano foi cancelado eu quero uma resposta porque não tô tendo direito

  4. Noeli pereira dos santos Diz

    Oq faço com 150 reais, gás acabou, aluguel vencido, alimentos no fim, esse governo está saindo pior doque sarney

  5. Elion pereira Diz

    Estou passando necessidades, acabou meu gás, alimentos só 1kg de arroz em casa, aluguel pra pagar, estou sem trabalho, autônomo, pq vou fazer com 150 reais? Estou esperando em um milagre de Deus, tenho 64 anos moro sozinho.

  6. Rosinei Queiroz Alves dos Santos Diz

    Recebi 3 parcelas depois foi cortado meu direto de receber meu auxílio estou desempregada não consigo me cadastrar gostaria que alguém me explicasse como resolver obrigada

  7. Flávio Siqueiros Marinho Diz

    Liberar fundo de garantia para inativos

  8. Neusa Diz

    O auxílio poderia ser os 600 para tds. Não essa palhaçada de 150 200 e 300. Quem foi q disse q por morar sozinho ,ter um filho gasta menos , por um acaso será q ele visitou tds as pessoas pra saber da dificuldade de cada um. Lamentável.

  9. Leonice Araujo Diz

    Deveria era liberar o PIS ou o FGTS do trabalhador, pq mesmo trabalhando e ganhando um salário mínimo estava contado com esse dinheiro que todo ano vem pra aliviar um pouco.

  10. Simone Santos de Jesus Diz

    Melhor governo Bosiona

  11. Marco Antonio Diz

    Cadeiras a bom preço

    1. María da penha Diz

      Porque eu recebi auxílio até final de 2020,e agora em 1021 não tive direito se nada mudou no meu orcamento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.