ÓTIMA NOTÍCIA para brasileiros que têm dívidas de até R$ 5 mil

Programa "Desenrola" pode ajudar brasileiros endividados a quitar as dívidas com desconto.

Brasileiros que têm dívidas de R$ 100 até R$ 5 mil  podem ser beneficiados pelo novo Programa intitulado “Desenrola“, que poderá ser lançado em breve. A proposta do programa é perdoar dívidas de até R$ 100, por meio do Fundo Garantidor.

Já brasileiros com dívidas de até R$ 5 mil poderão negociar diretamente com os credores, conquistando descontos na hora de pagar o valor devido e, assim, reorganizando as finanças da família de forma interessante. Saiba mais sobre essas possibilidades!

Brasileiros com dívidas de até R$ 100 podem ter a conta perdoada

Segundo a proposta do novo programa, brasileiros que têm dívidas de até R$ 100 poderão ter as contas perdoadas. Para isso acontecer, os credores deverão fazer parte do programa. Caso o credor decida não fazer parte do programa Desenrola, a dívida permanecerá ativa normalmente. Por conta disso, é válido se informar no estabelecimento se ele fará parte desse projeto e se você poderá conquistar o perdão da dívida.

E como funciona o perdão da dívida de até R$ 100, na prática? Basicamente, a participação opcional dos credores dará aos consumidores o perdão das dívidas de até R$ 100, graças ao Fundo Garantidor que cobrirá esses valores. Além disso, outras dívidas também poderão ser perdoadas, mas é necessário entrar em contato com o credor para saber mais sobre a possibilidade.

E o caso das dívidas de até R$ 5 mil?

Sabemos que nem todas as pessoas têm apenas dívidas de R$ 100. Muitas famílias possuem dívidas maiores que isso, que têm tirado o “sono” por conta da falta de equilíbrio financeiro causado pelos altos juros cobrados nessas dívidas.

Porém, a boa notícia é que esses casos também poderão começar a ser negociados. No entanto, para que a dívida de R$ 5 mil possa ser renegociada, é válido destacar que é necessário que o inadimplente receba, no máximo, dois salários mínimos. Se estiver dentro desse requisito, poderá negociar a dívida e encontrar meios de organizar a vida financeira.

Nesses casos, os credores não terão acesso ao Fundo Garantidor, como ocorre no perdão de dívidas de até R$ 100. Aqui, as dívidas poderão ter descontos devido ao possível incentivo fiscal que será oferecido pelo Governo a essas empresas.

Isto é, as empresas que têm consumidores inadimplentes com dívidas de até R$ 5 mil, ao oferecer negociações e descontos, poderão ter acesso a benefícios fiscais, que reduzem a taxa tributária paga pelas empresas. Dito de outro modo, trata-se de um crédito tributário que será oferecido.

Como funcionará o perdão?

A previsão é que até setembro seja desenvolvido o aplicativo do programa “Desenrola“. Por meio dele será possível solicitar o perdão das dívidas e ter acesso a mais informações sobre o assunto. Por ora, ainda não há nenhuma divulgação de como fazer a solicitação do perdão ou de possíveis descontos, tendo em vista que o projeto ainda será enviado para o Congresso.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.