Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Open Banking: compartilhamento de dados cadastrais e transacionais

O compartilhamento de dados cadastrais e transacionais sobre serviços bancários faz parte da 2ª fase da implementação do Open Banking.

Open Banking e o compartilhamento de dados cadastrais e transacionais sobre serviços bancários tradicionais (contas, crédito e pagamentos)

O compartilhamento de dados cadastrais e transacionais sobre serviços bancários tradicionais faz parte da 2ª fase da implementação do Open Banking. Sendo assim, a partir dessa fase, os clientes, se quiserem, poderão solicitar o compartilhamento entre instituições participantes de seus dados cadastrais, de informações sobre transações em suas contas, cartão de crédito e produtos de crédito contratados.

Sendo assim, conforme informa o próprio BC, é preciso reforçar que o compartilhamento ocorre apenas se a pessoa autorizar, sempre para finalidades determinadas e por um prazo específico. Além disso, o BC reforça que será possível para o cliente cancelar essa autorização a qualquer momento em qualquer das instituições envolvidas no compartilhamento.

Dessa maneira, como principal benefício, será possível aos clientes receber ofertas de produtos e serviços mais adequados ao seu perfil, a custos mais acessíveis e de forma mais ágil e segura. 

Também poderão surgir soluções mais personalizadas de gestão e aconselhamento sobre finanças pessoais, por exemplo. O ecossistema financeiro como um todo também ganha com mais inovação, maior competitividade e com a racionalização de processos, informa o Banco Central. 

Implantação escalonada

Assim sendo, o BC ressalta que é importante que a implementação dessa etapa seja escalonada, de forma a garantir segurança e estabilidade ao processo e permitir ajustes que forem necessários. Dessa forma, entre 13/08 e 24/10, haverá limites para:

  • a quantidade de autorizações para o compartilhamento;
  • o horário para o compartilhamento;
  • o tipo de informação a ser compartilhada.

A cada novo período esses limites aumentam até a operação completa dessa fase que ocorrerá após o último período.  Veja como vai ser, conforme informações do Banco Central do Brasil:

Período
Informações que poderão ser compartilhadas
Horário permitido para o compartilhamento
Limite de autorizações para compartilhamentos
Entre 13 de agosto e 12 de setembro Dados cadastrais Dias úteis, entre 8h e 18h 0,1% de clientes da instituição de origem dos dados (PF e PJ)
Entre 13 de setembro de 2021 e 26 de setembro de 2021

 

Dados cadastrais + dados de transações relacionadas às contas corrente, de poupança e pré-pagas Dias úteis, entre 8h e 18h 0,5% da base de clientes da instituição de origem dos dados (PF e PJ)
Entre 27 de setembro de 2021 e 10 de outubro de 2021

 

Todos os dados anteriores + dados de transações relacionadas a cartão de crédito e operações de crédito (como financiamentos e empréstimos) 24h horas por dia, nas quintas e sextas-feiras.

Das 8h às 18h, nos demais dias da semana, inclusive sábados e domingos.

O limite de clientes que poderão autorizar esse compartilhamento sobe para 1% da base de clientes da origem dos dados (PF e PJ).

 

Entre 11 de outubro de 2021 e 24 de outubro de 2021

 

Todos os dados cadastrais e transacionais anteriores. 24 horas por dia, durante os sete dias da semana. 10% de clientes da instituição de origem dos dados (PF e PJ).

 

 

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.