Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Open Banking Brasil: Cadastro Positivo e ideia inicial

Entenda a relação do Open Banking Brasil com o Cadastro Positivo e saiba como foi a ideia inicial dessa implantação. Veja mais!

Anteriormente à implementação do Open Banking no Brasil, algumas iniciativas abriram caminho para a sua instituição, tal como a alteração das regras do Cadastro Positivo em abril de 2019, conforme informações oficiais do Open Banking Brasil.

O início do Open Banking Brasil 

Por sua vez, o Cadastro Positivo é uma espécie de banco de dados com informações de adimplemento de pessoas físicas e jurídicas, para formação de histórico de crédito. 

Open Banking e Cadastro Positivo – entenda essa relação

Sendo assim, com a mudança, a inclusão do cliente no banco de dados do Cadastro Positivo passou a ocorrer de forma automática. Assim sendo, as informações são incluídas em um banco de dados, fornecidas por entidades que concedem crédito, administram operações de autofinanciamento ou realizam a venda a prazo ou outras transações comerciais e empresariais que impliquem em algum risco financeiro, informa o Open Banking Brasil em site oficial.

Por conseguinte, essas informações ficam disponíveis e  podem ser consultadas por qualquer interessado que pretenda manter relação comercial ou creditícia com o cadastrado, desde que a finalidade seja legal.

Reino Unido – pioneiro no sistema financeiro aberto

Um dos primeiros lugares a adotar o sistema Open Banking foi o Reino Unido, em maio de 2018. Nesse mesmo ano, o Banco Central do Brasil (BC) começou a discutir com o mercado e reguladores sobre a possibilidade de instituir o Open Banking no País.

Dessa forma, como resultado dessa discussão e trabalho, foi publicado o Comunicado nº 33.455 de 24 de abril de 2019. Assim sendo,  por meio dele, o BC trouxe as definições e propostas iniciais do regulador brasileiro sobre o tema.

Comunicado nº 33.455 de 24 de abril de 2019: definições e propostas iniciais

Dessa forma, em seu conceito oficial, o Open Banking foi definido como “o compartilhamento de dados, produtos e serviços pelas instituições financeiras e demais instituições autorizadas, a critério de seus clientes, em se tratando de dados a eles relacionados, por meio de abertura e integração de plataformas e infraestruturas de sistemas de informação, de forma segura, ágil e conveniente”.

O objetivo do sistema é promover a eficiência do mercado de crédito e de pagamentos no Brasil

Conforme esse documento, o Open Banking tem por objetivo promover a eficiência do mercado de crédito e de pagamentos no Brasil. Assim sendo, essa promoção se dá por meio do fomento à inclusão e competitividade, garantindo a segurança do sistema financeiro e a proteção dos usuários, informa o site Open Banking Brasil.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.