O quê provocou a queda do Império Romano?

Um resumo completo

A queda do Império Romano: aquilo que você precisa saber para as suas provas

O evento conhecido como “queda do Império Romano” aconteceu no ano de 476 e provou uma série de consequências em todo o mundo.

Dessa forma, não é de se surpreender que esse assunto apareça em questões de história dentro de diversas provas, principalmente nos vestibulares e também na prova do ENEM, Exame Nacional do Ensino Médio.

Assim, para que você consiga se preparar da melhor forma possível, o artigo de hoje separou um resumo completo sobre a queda do Império Romano. Vamos conferir!

A Queda do Império Romano: definição

O poderoso e vasto Império Romano entrou em ruínas por uma série de motivos. É importante ressaltar também que o Império não caiu de um dia para o outro: as crises duraram diversos anos até culminarem no fim do império. Oficialmente, a queda do império romano do ocidente aconteceu no ano de 476 d.C.

A Queda do Império Romano: motivos

Como mencionado, o Império Romano entrou em declínio por uma série de motivos. Vamos conhecer alguns dos principais a seguir.

Crise econômica

A principal fonte de mão-de-obra dos romanos era aquela de escravizados, obtidos por meio das guerras de expansão.  Contudo, quando não era mais possível expandir o território imperial, Roma passou a enfrentar uma falta de mão-de-obra, já que não era mais possível obter escravizados. Assim, o império do ocidente passa a enfrentar uma grave crise econômica.

Invasões Bárbaras

O termo “bárbaros” é usado para descrever os povos que não eram considerados romanos, como os visigodos, godos e germânicos.

Quando, a partir do século IV d.C, o exército romano perde a força que tinha anteriormente, os bárbaros enxergaram uma chance de derrotar o Império e dominar seus territórios.

A divisão 

A divisão do Império em duas partes foi pensada com o objetivo de fortalecê-lo. Contudo, a medida foi um fracasso, uma vez que a divisão acentuou ainda mais as diferenças e os conflitos entre os dois governos, facilitando invasões externas no império ocidental.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.