Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

O Alienista: análise para ENEM e vestibulares

Um resumo completo

O Alienista: um resumo completo para as suas provas

A obra “O Alienista”, escrita por Joaquim Maria Machado de Assis, é extremamente apreciada pela crítica literária.

Dessa forma, não é de se surpreender que o pequeno livro seja abordado com tanta frequência por questões de literatura, principalmente nos vestibulares. A obra faz parte também de lista de leituras obrigatórias de diversas provas. 

Assim, para te ajudar nos seus estudos, o artigo de hoje trouxe um resumo com um resumo completo sobre O Alienista. Vamos conferir!

O Alienista: sobre o autor

Joaquim Maria Machado de Assis, conhecido simplesmente como Machado de Assis, foi um escritor brasileiro, considerado por muitos críticos um dos maiores nomes da literatura brasileira.

Devemos nos lembrar de que o escritor de O Alienista fez parte de dois movimentos literários: o romantismo e o realismo.

O Alienista: introdução

O Alienista foi publicado no ano de 1882. O pequeno livro de Machado de Assis, dividido em 13 capítulos, faz parte do realismo brasileiro.

O Alienista: o enredo

O Alienista conta a história de Simão Bacamarte, um médio psiquiatra que possui um consultório em Itaguaí é casado com Dona Evarista.

O próprio casamento já é objeto de ironia de Machado de Assis: Simão rejeitou várias mulheres pois procurava aquela que ele considerava “parceira ideal para ter filhos”. Ele escolhe, então, Dona Evarista, mas o casal nunca conseguiria ter filhos.

Simão criaria, posteriormente, um manicômio na cidade: a Casa Verde. Porém, a partir desse momento, o médico passa a considerar muitas pessoas como loucas.

O comportamento do médico faz com que as pessoas comecem a se revoltar. Porém, nenhuma revolta consegue impedir que Simão continue internando muitas e muitas pessoas. Até mesmo a sua própria esposa seria internada.

Quando mais da metade dos moradores da cidade havia sido internada, Simão repensa as suas teorias: conclui que o louco, na verdade, era ele.

Dessa maneira, no final da história, Simão decide se internar na Casa Verde, local em que morreria meses depois.

O Alienista: breve análise

Machado de Assis usa, ao longo a obra, um forte tom irônico. A história de Simão, o alienista, é contada para criticar o comportamento obsessivo do médico.

O enredo da obra é contado em terceira pessoa. Alguns críticos afirmam que O Alienista é, na verdade, um conto. Outros, porém, afirmam que é um pequeno romance.

A obra é caracterizada por críticas sociais e análise psicológicas. Por meio do pequeno livro, Machado de Assis faz uma análise da sociedade brasileira da sua época.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.