Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Bomba! Novo Bolsa Família não tem fonte de recurso

Mesmo sem ter a fonte de financiamento totalmente definida, o Auxílio Brasil – o novo Bolsa Família – já teve seu primeiro vídeo publicitário divulgado. O impasse do orçamento do programa até agora está na taxação de dividendos ou então aprovação da PEC dos Precatórios, uma terceira linha seria o pedido para furar o teto de gastos.

O valor do programa pretendido é de R$ 400, com início dos pagamentos em novembro, mas parece que a liberação de orçamento para o novo Bolsa Família pode não ser tão fácil. Ainda assim, neste cenário, a propaganda já promete “maior programa de transferência de renda”.  O slogan da campanha é “para a nossa gente transformar o País” e os supostos pagamentos começariam já em novembro, garante a publicidade.

O ministro da Cidadania, pasta responsável pelo programa, João Roma, elogiou o novo Bolsa Família como um marco histórico. “O novo programa, executado pelo Ministério da Cidadania, vai muito além de uma política pública de assistência e amparo social, reflete o compromisso do governo com a liberdade e a emancipação do cidadão”, disse Roma.

A ideia é que o novo Bolsa Família mude completamente de nome para Auxílio Brasil – em clara referencia ao Auxílio Emergencial. É pretendido que o programa melhore a popularidade do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) diante das eleições de 2022.

O que mudará com o novo Bolsa Família?

Muitas pessoas tem dúvidas do que deve mudar com o novo Bolsa Família, entre as alterações prometidas está pagar R$ 400 para famílias em extrema pobreza e aumentar em 20% os benefícios daquela em pobreza. Ainda é previsto que o programa atinja cerca de 17 milhões de famílias, hoje são 14 milhões.

Não haverá inscrição direta, mas sim por meio do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), como já acontece com o Bolsa Família. Por isso, caso não seja inscrito essa pode ser uma boa oportunidade, veja aqui como se escrever. 

Confira aqui seis novos benefícios que podem fazer parte do novo Bolsa Família e se você pode ter direito ou não.

O programa precisa começar ainda em 2021,  já que a legislação eleitoral veta lançamentos de novos programas sociais em ano que a novas votações, como será em 2022. Para conseguir aprovar a PEC dos Precatórios ou então a taxação de dividendos (reforma tributária) é necessário que a maioria do Congresso concordem com as medidas.

Diante da possibilidade de furar o teto de gastos, quatro secretários da Economia pediram para deixar os cargos, depois disso Bolsonaro falou sobre a saída de Guedes do governo.

 

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

1 comentário
  1. Adejaime lemes do nascimento Diz

    Mais seria melhor se for de 400 reais o bolsa família. O povo brasileiro precisa de baixa renda. Obrigado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.