Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4/5 - (44 votes)

NOVO auxílio de R$1.200: Veja quem terá direito ao novo benefício

A proposta visa beneficiar as mulheres chefes de família monoparentais que vivem em situação de vulnerabilidade.

Estar em trâmite na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei 2099/20, de autoria do ex-deputado Assis Carvalho. A proposta visa beneficiar as mulheres chefes de família monoparentais que vivem em situação de vulnerabilidade.

Veja também: Vale Gás NACIONAL com pagamentos de até R$100 pelo Governo Federal

A medida já foi aprovada na Comissão dos Direitos da Mulher, e prevê a criação de um auxílio fixo no valor de R$ 1.200. No entanto, para isso, as mães solteiras provedoras do lar devem:

  • Ter idade igual ou superior a 18 anos;
  • Ter renda per capita familiar mensal de até meio salário mínimo; ou
  • Ter renda bruta mensal de até três salários mínimos;
  • Não receber benefício previdenciário ou assistencial;
  • Não ter emprego formal (com carteira assinada).

Movimentação da proposta

Recentemente o abono vitalício recebeu parecer favorável da relatora e deputada Erika Kokay. Na ocasião, a parlamentar apresentou uma emenda para assegurar o reajuste anual do valor dos pagamentos com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

“Para as mulheres provedoras de famílias monoparentais, a situação é ainda mais dramática, pois, em muitos casos, não contam com o apoio por parte dos pais de seus filhos. E ainda assim devem sozinhas sustentar seus lares”, disse a deputada.

Atualmente o projeto tramita em caráter conclusivo na Câmara, e deve ser encaminhado em breve ao Senado Federal. Caso receba aprovação na casa dos senadores, seguirá para a sanção do presidente da república, Jair Bolsonaro.

Auxílio Emergencial de R$600 recebe recorde de solicitações

Após 24h da liberação das consultas do Auxílio Emergencial, no valor de R$600, cerca de 90 mil famílias já solicitaram o recebimento do benefício. A prefeitura ressalta que as famílias devem se inscreverem até o dia 15 de fevereiro de 2022.

No total, cerca de 300 mil famílias serão beneficiadas, considerando que cada uma possui 4 membros, mais de 1 milhão de pessoas terão acesso ao novo abono. Vale ressaltar que os núcleos que se inscreverem até o dia 30 deste mês receberão a primeira parcela no dia 15 de dezembro.

Os pagamentos serão depositados nas constas poupanças sociais digitais do Caixa Tem. Caso o responsável familiar não tenha acesso a plataforma, uma conta será aberta automaticamente em seu nome.

Atendimento Remoto

No dia da liberação das consultas e solicitações, foram recebidas 2.000 inscrições por meio do canal de atendimento. A opção atendeu famílias com dificuldades de acesso ao sistema de cadastramento de dados.

Além disso, serviços por meio de chat, Telegram e WhatsApp estão disponíveis no sistema e serão mantidos até que o período de solicitações seja encerrado. Por fim, na página que informa detalhes sobre o benefício, 600 mil visitas foram realizadas, sendo 500 mil até o dia 17.

Atendimento Presencial

Contudo, as unidades de assistência social do CRAS e CREAS, assim como as Coordenações de Proteção Social e Cidadania, estão disponíveis para os atendimentos presenciais do programa. No mais, as famílias também podem buscar o telefone de contato, caso não tenham acesso à internet.

Nos meios presenciais, foram registrados mais de 1.500 atendimentos, sobretudo, referente a orientações. Cabe salientar que toda demanda foi cumprida e as dúvidas da população atendida foram esclarecidas.

4/5 - (44 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

24 Comentários
  1. gabriela Diz

    gente não julgue pois tenho uma filha de 3 anos mãe solteira sem família já diz o ditado família só te procura quando precisa pois moro em biritiba mirim ja entreguei currículo e nunca chama pois aki eles não dão oportunidade pra quem quer trabalhar a única coisa que tem é roça então não julguem se vocês não sabe a história não é porque não queremos trabalhar pois a sociedade estar muito rígida pra serviço e as coisas estão muito caras um absurdo e pras mãe solteira com filho é mais difícil ainda pois somos muito julgados então se eles nos der uma ajuda sera muito bom msm

  2. Zezimar Diz

    Eu quero saber sobre sobre auxílio emergencial será vai ter continuado. ..

  3. Doraci Diz

    O CRAS de São Vicente do em fevereiro

  4. Roseneide Santos dos Santos Diz

    Sou mãe solteira recebia auxilio emergecial infelizmente acabou. Eu tenho que me cadastrar de novo pra pode recebe esse benefício de 600 reais

  5. Tania Diz

    É mentira, todos os CRAS da Cidade de São Paulo estão SEM DATA NA AGENDA E SEM PREVISÃO DE NOVAS DATAS, preciso Atualizar meus Dados do Cadunico, não consigo pela Internet, liguei no 156 e não tem agenda, e agora? O que os brasileiros vão fazer? Não dão a opção de atualizar os dados se já passou mais de 2 anos pela internet só no CRAS é absurdo, é Brasil

  6. Marcia Diz

    O Governo não quer continuar pagando auxílio emergencial então abaixa o preço da comida, passagem de ônibus e ofereça emprego aos brasileiros.
    Nos não queremos viver de esmola de governo, nós queremos ter vida digna!!!!

  7. Ju Diz

    O povo tá exigindo o auxílio n tem mais acostumaram agora tem q trabalhar e n fala q n tem emprego tem sim e só procurar, esse povo q coisa fácil faz faxina corre atrás de serviço mas só q o dinheiro aff

  8. Dilma maria Alves Diz

    Eu nao conseguir tira meu auxilio no caixa tem os numeros tem conta caixa tem poupança digital . E diferentes .E hoje fui tira na loterica no meu nis bolsa familia tem numeros conta poupança digital diferentes..Eu tem duas contas contas poupanca digital não coseguir tira ta bloqueado tem um erro no sistema.

  9. Ilsanira Limao Guerreiro Diz

    Eu que sou uma maē e pai ao mesmo tempo, é muito dificil, e agora que estao tudo caro, alimentaçao, remedio, eu que tenho filho e sei como muito complicado pra me!!

  10. Fernanda Diz

    Que Deus abençoe 🙏 Pois eu também sou mãe de família e pai ao mesmo tempo só eu sei a dificuldade que eu enfrento!!

  11. Daiane Michele Diz

    Cala a boca,ele quem fez o auxílio emergêncial quem não aprovou foi o STF.

  12. Silvia Diz

    Boa tarde, não consigo fazer este auxílio ,pois estou desempregada fiz já 7 cirurgia agora recente tirei ovário e trompa útero colo esra difícil pois tenho que comprar remédio ,tenho filha de 14 anos venho recebendo ajuda sa minha mãe 98 anos não justo pois antes dessa pandemia vendia pães caseiros Irá está difícil

  13. Fabiana batista dos santos Diz

    Sou mãe tenho quatro filhos estou desempregada passando por dificuldades é sem auxílio nenhum com faço pra me cadastra nesse auxílio de 1200 que está sendo dito E triste vc ver seus filhos te pedi um pão é não ter pra dar

  14. ViniiciusPiiu Diz

    Fazer isso pras mães monoparentais e fácil, agora pros pais que cuida dos seus filhos sozinho ninguém ajuda! Fica a dica aí !

  15. Karen Diz

    Onde devo fazer a solicitação?

  16. Eliana Machado Rodrigues Silvério Diz

    DEUS abençoe que dê certo e que eu RECEBA porque preciso muito

  17. Liliane Patrícia Ribeiro Diz

    Meu pai como vamos fazer sem trabalho sem ajuda com criança. Não morremos com a COVID mas morreremos de fome

  18. Nilson ubirajara dache maciel Diz

    Pedi auxílio doença em 2020 por problemas de lombar e 3 hérnias de discos, não consegui trabalhar como autônomo e nem emprego formal por problemas relacionados ao pedido de aux.doença é para minha surpresa em março de 2021 foi negado pela justiça por eu não estar fazendo um fiasco com bengalas e gemendo de dor perante a perícia., tenho 59 anos desempregado pagando inss por conta.., e criam um monte de benefício para pessoas que podem trabalhar e eu não consigo um benefício fiquei esperando sem trabalhar vários meses e contas acumulando e outras pessoas me ajudando que país e este .eu DEUS SALVE OS NECESSITADOS OU ACABA DE UMA VEZ .

  19. Maria Luiza Diz

    Sou mãe de três filhos não tenho benefícios nenhum pera me está muito difícil tudo caro

  20. Luciano de Rezende Macedo Diz

    Mas a onde se inscrever para receber esse auxílio de 600reais

  21. Debora Mazza Dias Diz

    Como faz inscrição? Tô precisando demais.
    Desempregada, com as contas acumuladas.

  22. Maconil da silvs Diz

    Muito bom mais cande ingodade q eles fala

  23. Antonia Diz

    Ai ai jair bolsonaro nao quis pagar nem auxilio de 600 vqi paga 1200 , e melhor tirar o cavalinho chuva kkkkk

  24. Maria Nascimento Diz

    Para nós que somos mães e pais ao mesmo tempo. É em difícil mesmo, e agora tudo tá tão caro, alimentação, remédio, vestuário… Eu tenho dois filhos e sei como é complicado. Se esse beneficio for aprovado pra as mães seria de vê a de ajuda.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.