Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Motoristas cobram criação de um auxílio-combustível nos estados

Grupo de motoristas está se reunindo para cobrar uma ajuda financeira aos estados. Ideia é que dinheiro ajude a comprar combustível

O custo de vida no Brasil é um grande problema para boa parte da população brasileira. Comprar e pagar contas não é de fato uma tarefa fácil. Nesta semana, um grupo de motoristas de aplicativo e taxistas estão tentando organizar uma pressão para conseguir a criação de uma espécie de auxílio-gasolina.

O próprio nome da ideia explica muita coisa. Para deixar ainda mais claro, o desejo desses profissionais é fazer com que o Governo distribua dinheiro para ajudar a pagar a gasolina que essas pessoas usam quase todos os dias para trabalhar. Eles argumentam que sem essa ajuda vai ficar impossível realizar os serviços.

De acordo com esses motoristas, não é necessariamente o Governo Federal que precisa pagar esse benefício. Alguns núcleos estão organizando pressões em sedes de governos estaduais pelo Brasil. Alguns, aliás, começaram a fazer efeito e a criar resultado ainda na última semana ao redor do país.

Foi o caso, por exemplo, do estado do Piauí. Por lá, nesta semana, a Assembleia Legislativa aprovou um indicativo de lei para a criação de um auxílio-gasolina para motoristas de app e taxistas. De acordo com o projeto em questão, o valor do benefício vai variar de cidade para cidade, indo de R$ 60 a R$ 300 a depender da cada caso.

No entanto, mesmo no Piauí, a pressão continua. Agora, os motoristas querem que o projeto ganhe mais velocidade até chegar no bolso dos trabalhadores. É que vale lembrar que os deputados irão sair de férias no final dessa semana. E isso significa dizer portanto que esses profissionais poderiam ter que esperar mais tempo para isso.

Auxílio Emergencial

Vários estados estão criando os seus próprios Auxílios Emergenciais. E alguns possuem um foco direto nos motoristas de app e taxistas. É que muitos entendem que essa foi uma das classes que mais sofreram, e que seguem sofrendo com essa pandemia.

É que com menos gente circulando pelas ruas, menos clientes aparecem para esses profissionais. Em entrevistas, muitos desses trabalhadores alegam que a renda mensal deles despencou desde o início da pandemia da Covid-19 por aqui.

O Distrito Federal, por exemplo, foi uma das unidades da federação que pagou um auxílio para essa classe trabalhista no ano passado. Aliás, eles estão repetindo a dose este ano com liberação de mais dinheiro para esses trabalhadores.

Vale-gás

Não é só a gasolina que está dando dor de cabeça para muitos trabalhadores neste momento. De acordo com as informações oficiais, o gás de cozinha também está tirando o sono de muita gente. E alguns estados começaram a agir sobre isso.

É o caso, por exemplo, de São Paulo. Por lá, o Governador João Dória (PSDB) decidiu criar um vale-gás para a população mais carente. A ideia do Governo local é fazer três pagamentos bimestrais no valor de R$ 100 cada um.

Assim como a gasolina, o preço do gás de cozinha afeta principalmente a renda de quem está vivendo apenas com o Auxílio Emergencial do Governo Federal. É que o programa do Palácio do Planalto está pagando parcelas que estão chegando, no máximo, a R$ 375 por mês.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.