Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Mercado Pago faz parcerias para oferecer PIX a prazo

O Mercado Pago tem buscado parcerias com o intuito de integrar o PIX em sua plataforma. O sistema de pagamentos instantâneo criado e gerido pelo Banco Central do Brasil é um grande sucesso no país devido a suas facilidades. Sendo assim, a adesão do meio de pagamento tem sido muito comum entre grandes empresas.

A novidade trazida pelo Mercado Pago em parceria com algumas drogarias e lojas de departamento como, a C&A, é a possibilidade de pagar a prazo utilizando o PIX. Mas para isso, será cobrada uma taxa de juros aos usuários que optarem pelo meio de pagamento. Segundo o Mercado Pago, o valor do juros deve variar de acordo com o valor da compra e score de cada cliente.

“A gente já tem essa solução em outros fluxos, como na recarga de celular e na própria compra do Mercado Livre. Nossa carteira de crédito para consumidores cresceu muito recentemente. Agora queremos oferecer essa possibilidade para compras de maior valor, como em farmácias e no varejo de moda”, informou Rodrigo Furiato, diretor de carteira digital do Mercado Pago.

Novas funções do PIX

Por facilitar a vida dos usuários, o PIX se tornou um sucesso assim que foi lançado no país em 2020. Atualmente o Banco Central vem trabalhando para implementar novas funções ao sistema de pagamentos, visando auxiliar ainda mais os brasileiros.

Em novembro serão implementadas as funções PIX Saque e PIX Troco. Segundo o Banco Central, as novidades devem aumentar os pontos de retirada de dinheiro em espécie, aumentar a competição melhorando as condições de oferta e também possibilitar uma maior diversidade nos modelos de negócio.

Com as novidades, os consumidores poderão sacar ou receber seu troco em dinheiro, por meio de uma transferência via PIX. As operações poderão ser realizadas em estabelecimentos comerciais, bem como em pequenas instituições financeiras e caixas 24 horas.

O BC ainda informou que os novos serviços terão o limite de oito operações gratuitas por mês para pessoas físicas. Ademais, durante a noite haverá um limite nos valores das transações.

Por que utilizar o método de pagamento no comércio?

Para o Banco Central, uma das principais vantagens é não precisar aguardar o próximo dia útil para receber um pagamento. Com o PIX, o valor cai no mesmo instante na conta do usuário. Desse modo, o meio de pagamento além de mais prático, também é muito mais seguro do que o dinheiro em espécie.

O sistema de pagamentos instantâneos, além de facilitar a gestão das empresas, também facilita a vida dos clientes. Por conta disso, a adesão do PIX pode atrair uma maior clientela ao comércio.

Utilizar o PIX no comércio é bastante simples, basta que o comerciante imprima um QR Code de modo que o cliente consiga ler o código com a câmera do celular. Sendo assim, não é necessário acessar o aplicativo toda vez que finalizar uma venda.

Além disso, os vendedores podem cadastrar uma chave PIX com o CNPJ da empresa ou até mesmo pelo telefone celular comercial utilizado pela loja. O método de pagamento oferece inúmeras facilidades aos usuários.

 

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.