Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Linguagens: Mitos e verdades sobre redação

Boa parte dos estudantes relata ansiedade e insegurança no momento de escrever um texto dissertativo. A redação é uma das provas mais importantes dos vestibulares e concursos. Geralmente a redação tem um valor determinante para a aprovação. Desse modo, isso aumenta ainda mais o nervosismo e o medo de não escrever bem.

Outra coisa que contribui para esse temor é que muitas vezes o estudante acaba encarando algumas dicas como regras. Para te ajudar nesse sentido, apresentamos abaixo alguns mitos e verdades sobre a redação.

Mitos e verdades sobre a redação

O primeiro mito é o de que redação precisa de título. É verdade que fazer isso não é proibido, mas, caso resolva fazer, saiba que não interfere na pontuação final. Quando usado do modo correto, um título pode ajudar a direcionar e recortar o que será dito na redação. No entanto, se for desconexo, pode colocar todo o texto a perder. Portanto, na dúvida, não faça.

Outro mito bem famoso é o de que toda redação precisa ter quatro parágrafos. Apesar de ser uma boa dica, isso não é uma regra. A estrutura final do texto varia de acordo ao estilo de escrita e argumentação de cada candidato. Desde que o texto tenha o número mínimo de linhas, seja coerente e coeso, a quantidade de parágrafos não interfere na classificação, mas é preciso ter cuidado para não escrever em monobloco.

Um fato verídico sobre a escrita dissertativa é que o ponto de vista apresentado deve respeitar os direitos humanos. Caso contrário, a redação pode ser zerada. Portanto, ao escrever, se apegue a informações verdadeiras e éticas, nada de opiniões.

Outro fato é que toda redação exige uma proposta de intervenção. Quando o candidato deixa de sugerir uma solução pro problema apresentado, mostra que ele não entendeu a questão levantada pelo texto e isso faz com que sua nota diminua consideravelmente.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia também Citação direta e indireta: como citar de acordo com as regras da ABNT.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.