Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Redação do Enem: Como escrever uma boa proposta de intervenção?

A proposta de intervenção é um dos elementos principais que constituem a estrutura de uma redação dissertativa. Esse é o modelo de redação mais cobrado nos principais concurso e vestibulares. Isso significa que para elaborar um bom texto, é preciso criar uma estratégia de solução ao problema apresentado no tema da prova. A conclusão equivale a 200 pontos na prova de redação do Enem, por isso, apresentar uma proposta coerente é fundamental para garantir uma boa nota.

Porém, a ideia não é que o estudante pense numa solução inovadora ou definitiva. O objetivo é desenvolver uma intervenção realista, acessível e de acordo com o direitos humanos, que possa reduzir as consequências.

Mas como elaborar uma resposta complexa, num curto tempo de prova e em poucas linhas? Aprenda agora como fazer isso!

Como fazer a proposta de intervenção?

No último parágrafo da dissertação, você deve apontar uma saída para a problemática exposta na introdução do texto. Essa argumentação deve ser feita de maneira lógica, coesa, objetiva, e coerente com o resto do texto.

Nesse sentido, uma proposta de intervenção deve conter 5 elementos principais: a ação, o agente, o modo, o efeito, e o detalhamento. Portanto, não adianta escrever algo superficial e genérico. O candidato precisa explicar como se daria a aplicação prática dessa ideia na sociedade.

Pra começar, pense uma ação concreta para lidar com o problema. Pergunte- se o que é possível fazer para amenizar a situação ou frear sua continuidade. Depois de pensar na ação, você deve descrever quem seria o possível responsável por sua execução. Aqui o estudante pode citar um indivíduo, um grupo ou uma instituição, a ideia é buscar o agente mais apto para solucionar o problema.

Em seguida, relate qual o resultado esperado após executar a intervenção. Nesse momento, você deve expor quais os objetivos a curto e longo prazo da ação que está propondo. Por fim, detalhe cuidadosamente seus argumentos, ou seja, descreva como colocar a ação em prática. Seguindo esses pontos e respeitando os direitos humanos, você garantirá uma ótima nota para a conclusão do seu texto.

E aí? Gostou das dicas? Então deixe o seu comentário!

Veja O que diz o Guia do MEC sobre a redação do Enem.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.