Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Levantamento revela as médias salariais da área de tecnologia 

Não há dúvida sobre o quanto a área de TI está em alta. Com a pandemia e a necessidade emergencial de adoção de novas tecnologias, a busca por esses profissionais aumentou de forma exponencial, assim como as remunerações de muitos dos cargos ligados a esta área. 

Buscando entender esse panorama, a Yoctoo, consultoria em recrutamento e seleção de TI, inovação e digital, acaba de publicar o primeiro Guia Salarial do setor.

A empresa utilizou o tipo de pesquisa exploratória, a fim de cruzar diferentes variáveis e sintetizar dados de diversas áreas de atuação, níveis profissionais e segmentos. 

“Utilizamos os dados coletados nas centenas de entrevistas feitas pela nossa equipe com profissionais de tecnologia ao longo de todo o ano de 2021”, explica Paulo Exel, diretor da Yoctoo na América Latina.

O mais interessante é que o conteúdo foi desenvolvido por meio de inteligência artificial, a partir do cruzamento da base de perguntas e respostas de centenas de profissionais e clientes da Yoctoo. 

“Com isso, conseguimos não apenas um panorama geral da área de tecnologia no ano de 2021, como também antecipar tendências para 2022”, acrescenta o diretor.

Cargos analisados 

O Guia Salarial analisou os cargos de especialista, coordenador, gerente e gerente sênior, ou seja, da média à alta gerência, que é a área de atuação da Yoctoo

Os valores consideram apenas os salários brutos mensais, desconsiderando outros benefícios, como bônus e remunerações variáveis.

Foram analisados vários cargos dentro das seguintes áreas: 

  • Segurança da informação, 
  • Engenharia de software e ERP, 
  • Infraestrutura, 
  • Engenharia de dados, 
  • Executivos de TI (como CTO, CSIO, CPO, CDO e CIO), 
  • Inovação e digital (como Product Owner, Scrum Master, Agile Coach, UX e UI).

Dentre todos, o cargo com menor salário é o de especialista em infraestrutura de redes, a partir de R$7 mil. 

Entre os mais altos, estão os cargos de gerente sênior de todas as áreas, que variam entre R$22 e R$32 mil. Já os cargos executivos partem de R$28 e podem chegar a R$65 mil, de acordo com os especialistas desta consultoria. 

O estudo mostrou ainda que todas as posições ligadas a backend de Engenharia de Software, DevOps/Cloud em Infraestrutura, além de Engenharia e Ciência de Dados foram as que mais registraram fuga de talentos para o exterior. 

“Com o home-office, os profissionais têm liberdade para trabalharem de onde quiserem. É natural que muitos profissionais aproveitem esse momento de aquecimento do mercado global para trabalhar para uma empresa estrangeira, recebendo em Dólar ou Euro”, pontua Exel. 

Chama atenção ainda o fato de que, dos 39 cargos analisados, a pandemia gerou aumento nas faixas salariais analisadas em 29 deles. Os outros 10 se mantiveram em estabilidade. Nenhum cargo registrou queda.

Por fim, o Guia mostrou ainda os cargos mais promissores para 2022. Entre eles, Arquitetura Enterprise/ Negócios, todas as posições na área de dados, e na área de segurança, especialmente as de governança e estratégia. 

“Essas áreas continuarão aquecidas para dar sustentação à transformação digital das empresas”, antecipa o diretor. O Guia Salarial Yoctoo está disponível para download no https://bit.ly/guiasalarialyoctoo

“Nosso objetivo é oferecer ao mercado um material prático, capaz de ajudar as empresas na criação de políticas de cargos e salários na área de TI e os profissionais, no planejamento de suas carreiras para 2022. É a forma de contribuirmos com o nosso conhecimento e análise para esse setor tão fundamental para a economia nesse momento”, finaliza.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Yoctoo.

E então, gostou da matéria? Não deixe de ler também – Auxílio emergencial tem cota extra confirmada para os trabalhadores

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.