Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Lenovo quer aumentar eficiência energética de notebooks e smartphones em 30%

Anúncio faz parte de ações da empresa para mitigar mudanças climáticas até 2030; número de componentes reciclados também deve aumentar

A Lenovo se comprometeu com novas metas para mitigação de emissão de gases de efeito estufa, em ações para incentivar a economia circular e materiais sustentáveis. Como parte de seu Relatório Ambiental, Social e de Governança (ESG) anual, a companhia ainda divulgou seu progresso nessa pauta e definiu planos para alavancar uma tecnologia mais inteligente na criação de um futuro mais sustentável para todos.

LEIA MAIS: Samsung anuncia que vai inserir mais materiais reciclados em todos os seus smartphones

Entre as novas metas, a Lenovo promete alcançar uma melhoria de 50% em eficiência energética para desktops e servidores e 30% para notebooks e produtos da Motorola (a marca é da empresa) até o Ano Fiscal 2029/30. A empresa também anuncia a meta de adquirir 90% da eletricidade de fontes renováveis e de remover um milhão de toneladas de emissões de Gases de Efeito Estufa da sua cadeia de suprimentos em cinco anos, quando acaba o Ano Fiscal 2025/26. 

A empresa explica que as metas dão suporte adicional às suas metas para 2030, que já incluíam a redução das emissões em 50% e a redução da intensidade das emissões ao longo da cadeia de valor em 25% em três áreas principais (produtos, fornecedores e transporte). A Lenovo diz estar explorando um caminho para alcançar as metas de emissão líquida zero. 

Reciclagem de produtos

Em outra frente de combate às emissões, a Lenovo quer manter a transição para uma economia circular através da inovação da cadeia de suprimentos e do design de produtos, enquanto otimiza o uso de materiais sustentáveis para minimizar o desperdício. Até o Ano Fiscal 2025/26, 100% dos produtos dos PCs conterão materiais reciclados pós-consumo e 90% das embalagens plásticas serão feitas a partir de materiais reciclados. 

As embalagens dos smartphones terão 50% menos plásticos de uso único e sofrerão uma redução de 10% no tamanho e volume até o Ano Fiscal 2025/26. Além disso, a Lenovo afirma que fará a reciclagem e reutilização de 363 milhões de quilos de produtos que atingiram o fim da vida útil e utilizará 136 milhões de quilos de plásticos reciclados pós-consumo nos seus produtos. 

Metas sociais

Além do combate às mudanças climáticas, a Lenovo também anunciou metas de impacto social para criar um ambiente inclusivo em sua empresa. Até o Ano Fiscal 2025/26, a Lenovo definiu que as mulheres ocupem 27% dos cargos executivos globais (um aumento em comparação aos 21% de 2020) e as minorias com pouca representatividade ocupem 35% dos cargos executivos nos Estados Unidos (em comparação aos 29% de 2020). 

A empresa ainda quer pôr à prova o Escritório de Diversidade de Produtos, criado em 2020. A intenção da Lenovo é que 75% dos seus produtos sejam avaliados por especialistas em projetos inclusivos para garantir que funcionem para todos, independentemente dos atributos ou da habilidade física, até o Ano Fiscal 2025/26. 

A Lenovo ainda anunciou metas filantrópicas, como treinar e capacitar pessoas de forma a qualificar um milhão de profissionais até o Ano Fiscal 2025/26. Entre outros programas e parcerias do tipo, a empresa anunciou que ainda pretende impactar 15 milhões de pessoas. 

Mais destaques do relatório

Este é o 15º Relatório anual de ESG da Lenovo, referente ao Ano Fiscal 2020/21 (de 1º de abril de 2020 a 31 de março de 2021). Além das metas ambientais, sociais e de governança e das métricas atualizadas, o relatório aponta o suporte de US$ 15 milhões ligado à pandemia oferecido a educadores, líderes comunitários e organizações de caridade. 

Além disso, o relatório mostra a participação da Lenovo na iniciativa de inclusão de pessoas com deficiência Valuable 500, e o reconhecimento pela Fast Company como um dos Melhores Locais de Trabalho para Inovadores. Recentemente, a Lenovo também foi reconhecida no ranking da Gartner como uma das Top 25 na Cadeia de Suprimentos Global, refletindo a sua organização e excelência operacional na comunidade das cadeias de suprimentos globais.

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.