Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Jacqueries: as revoltas camponesas do século XIV

Jacqueries: um resumo

O termo “jacqueries” é utilizado por historiadores e provas nacionais em referência às revoltas camponesas que aconteceram na Idade Média.

O tópico é abordado com frequência em vestibulares e na prova do ENEM, principalmente em questões que o relacionam ao feudalismo e ao contexto histórico da época.

Jacqueries: definição 

As jacqueries, comumente denominadas de revoltas camponesas do século XIV ou revoltas dos jacques, foram revoltas lideradas por camponeses durante a Baixa Idade Média

Os movimentos, iniciados em 1358, estão diretamente relacionados à crise do feudalismo e a crise da idade média como um todo. Devemos destacar, ainda, que as jacqueries ocorreram predominantemente na França.

Os camponeses pretendiam, através das revoltas, obter condições de vida mais digna, especialmente por meio da diminuição da quantidade de impostos cobrados.

Jacqueries: Origem do termo

Historiadores se dividem quanto à origem exata do termo jacqueries. 

Alguns estudiosos afirmam que as revoltas teriam sido classificadas dessa maneira pois, durante a Baixa Idade Média, os camponeses/servos eram denominados de jacquerie, em referência à jacques, palavra francesa que significa “jaqueta”, peça de roupa utilizada por esse grupo. 

Outros estudiosos, por sua vez, acreditam que as revoltas tenham recebido esse nome em referência à um importante líder de um dos movimentos, denominado de Jacques Bonhomme.

Jacqueries: Contexto histórico 

O século XIV, em que ocorreram as jacqueries, foi caracterizado por graves problemas socioeconômicos em toda a Europa, aliados à uma crise do sistema vigente (o feudalismo). 

O período de crise se iniciou quando, no referido século, o continente foi assolado por uma epidemia de peste negra que ceifou a vida de cerca de 1/3 do continente europeu. A epidemia provocou, consequentemente, a diminuição de mão-de-obra disponível para trabalhar como camponeses nos feudos, o que impactou diretamente a produção de alimentos e a economia. 

Com a diminuição na produção de alimentos, os senhores feudais, donos dos feudos, passaram a aumentar fortemente os impostos que eram cobrados sobre os servos/camponeses. Ainda, os impostos também afetariam, de diferentes maneiras, aqueles que trabalhavam nas recém-criadas cidades.

Porém, os camponeses já viviam em péssimas condições e pagavam dezenas de impostos. Com os aumentos, a vida dos mesmos se tornava insustentável. 

Outro fator histórico que influenciou fortemente a eclosão das jacqueries foi a Guerra dos Cem Anos, que se iniciou no ano de 1337. A França, participante do conflito, começou os embates sofrendo diversas derrotas. As mesmas afetavam diretamente os camponeses, uma vez que agora era o rei francês que queria cobrar mais impostos, com o objetivo de custear a guerra. É nesse contexto de fome, guerras e miséria, então, que as revoltas eclodiram em toda a França, caracterizadas por ataques aos nobres e aos feudos. 

Jacqueries: Desfecho

Em pouco tempo, os senhores feudais e os nobres franceses reuniram as suas forças em um poderoso exército que foi capaz de reprimir as revoltas. Mais de 20 mil camponeses perderam as suas vidas nos embates.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.